Açoriano Oriental
UNICEF diz que centros de receção de migrantes estão longe de cumprir normas de proteção infantil
O UNICEF denunciou que as condições dos centros de receção e trânsito de migrantes na Europa estão longe de cumprir normas de proteção infantil e pediu às autoridades europeias que façam um maior esforço neste campo.
article.title

Foto: Szilard Gergely/EPA
Autor: Lusa/AO online

 

O porta-voz do Fundo das Nações Unidas para a Infância e Juventude (UNICEF), Christophe Boulierac, explicou numa conferência de imprensa que a entidade levou a cabo "missões de avaliação rápida" na Hungria e na Grécia e o resultado foi a constatação de que as instalações não cumprem com as normas.

"Os centros de receção e trânsito nesses dois países foram ultrapassados pelos acontecimentos, não têm em conta as necessidades e interesses das crianças e não apresentam espaços e nem atenção adequada", referiu o porta-voz.

Boulierac declarou que o UNICEF está especialmente preocupado com a situação dos menores desacompanhados "que são muito vulneráveis ao risco de exploração e de tráfico".

O porta-voz não pode contabilizar o número de menores não acompanhados detetados, dado que a maioria não se registou junto das autoridades.

Boulierac explicou que uma missão de reconhecimento do UNICEF em centros de receção na Alemanha recebeu "múltiplas denúncias" de violência de género e abusos.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.