União Africana em reunião de urgência para analisar situação na Guiné Conacri


 

Lusa/AO Online   Internacional   24 de Dez de 2008, 10:03

O conselho de Paz e Segurança da União Africana está reunido de urgência, em Adis Abeba, para analisar a situação da Guiné-Conacri, palco de uma tentativa de golpe de Estado militar depois do anúncio da morte do presidente.

    Antes do início dos trabalhos, que decorrem a porta fechada, os embaixadores membros do Conselho de Paz e Segurança fizeram um minuto de silêncio em memória do presidente falecido, Lansana Conté.

    Terça-feira, a União Africana(UA) condenou "firmemente" a tentativa de golpe de Estado e indicou que reuniria de urgência o seu conselho de Paz e Segurança.

    Horas depois do anúncio da morte do presidente Lansana Conté, na segunda-feira, um capitão do exército da Guiné-Conacri anunciou na rádio estatal a "dissolução do governo, das instituições republicanas e da Constituição" do país.

    O general muçulmano de etnia susu Lansana Conté morreu segunda-feira à noite, aos 74 anos, na sequência de doença crónica.

    No poder desde 1984, o general-presidente reprimiu violentamente os movimentos de contestação ao seu governo, considerado "catastrófico" por organizações não governamentais.

   

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.