Saúde

Um em cada cinco trabalhadores sofre de perturbações mentais

Um em cada cinco trabalhadores sofre de perturbações mentais

 

Lusa/AO online   Nacional   12 de Dez de 2011, 17:32

Um em cada cinco trabalhadores sofre de perturbações mentais, como depressão ou ansiedade, revela um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) sobre problemas de saúde mental no local de trabalho.
O relatório, intitulado “Doença no trabalho? Mitos e realidade sobre saúde mental no trabalho”, revela que as doenças mentais são um problema crescente no local de trabalho e estão a afectar a produtividade das empresas.

Segundo o estudo, três em cada quatro trabalhadores com transtorno mental apresentam uma baixa da produtividade no trabalho, contra um em cada quatro funcionários sem este tipo de problemas.

As faltas ao trabalho também são muito mais frequentes nos trabalhadores com estas doenças, refere o relatório, acrescentando que nos países da OCDE, entre 30 a 50 por cento dos novos pedidos de pensão por invalidez são provocados por problemas de saúde mental.

Por outro lado, apenas 55% a 70% das pessoas com problemas mentais conseguem um emprego, sendo a taxa de empregabilidade de 60% a 85% entre as pessoas com saúde.

As pessoas com transtorno mental têm uma probabilidade de estar desempregadas duas a três vezes mais do que outra pessoa sem este tipo de problema, uma situação com repercussões na economia, mas também nas próprias pessoas e familiares.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.