UGT admite participar em greve geral


 

Lusa/AO online   Economia   6 de Out de 2010, 18:55

O secretário-geral da UGT, João Proença, admitiu esta quarta-feira à agência Lusa a participação da central sindical numa "greve geral conjunta" que tenha como base objectivos de luta comuns.
O sindicalista afirmou que as coisas estão "encaminhadas para a participação numa greve geral desde que seja conjunta e que sejam previamente definidos objectivos de luta comuns".

João Proença afirmou que só na quinta-feira é que vai “discutir com a CGTP os objectivos da greve e tudo depende do resultado desse encontro".

Segundo Proença, que falava, após uma reunião da comissão executiva da UGT, a data de 24 Novembro apresentada pela CGTP para a greve geral, não levanta problemas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.