UE/Cimeira

UE fixa em 100 MM euros ajuda aos países pobres

UE fixa em 100 MM euros ajuda aos países pobres

 

Lusa / AO online   Economia   30 de Out de 2009, 11:22

A UE quer fixar em 100 mil milhões de euros por ano até 2020 o objectivo de ajuda mundial aos países pobres no combate às alterações climáticas, segundo um projecto de acordo submetido aos dirigentes europeus.
De acordo com este documento, negociado durante a noite, os chefes de Estado e de governo europeus, reunidos em Bruxelas, manifestam o seu acordo à estimativa feita pela Comissão Europeia, segundo a qual "essa necessidade poderá elevar-se a cerca de 100 mil milhões de euros por ano daqui até 2020".

A UE declara-se "pronta a assumir a sua parte do esforço mundial", mas não especifica neste projecto de acordo até que montante ela própria está disposta a ir, sendo este um assunto que ainda divide os países membros.

Uma declaração separada para uso interno limita-se a precisar que "as contribuições dos Estados membros da UE deverão ter em conta a capacidade contributiva dos Estados membros menos prósperos, através de um mecanismo de ajustamento interno".

Essa seria uma maneira de sossegar os países da Europa de Leste, com a Polónia à frente, que recusam que o critério de cálculo das contribuições nacionais seja o nível de poluição, o que os penalizaria.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.