Açoriano Oriental
Trump esperado em tribunal de Nova Iorque para testemunhar em caso de fraude

O ex-presidente norte-americano Donald Trump é esperado num tribunal de Nova Iorque, para uma audiência histórica em que deverá testemunhar no processo de fraude civil contra si e o grupo empresarial que lidera.

Trump esperado em tribunal de Nova Iorque para testemunhar em caso de fraude

Autor: Lusa/AO Online

Donald Trump deverá sentar-se no banco das testemunhas, marcando a primeira vez que responde publicamente em qualquer um dos seus vários julgamentos pendentes.

Donald Trump Jr e Eric Trump, filhos do magnata, são também réus neste caso e já testemunharam na semana passada.

Num caso que ameaça abalar o império imobiliário da família, assim como a Trump Organization, o magnata Republicano é acusado de fraude, por alegadamente ter exagerado a sua riqueza durante anos.

Também Ivanka Trump, a filha do ex-presidente, vai ser testemunha no processo de fraude civil contra o seu pai, irmãos e a empresa da família.

Depois de ter sido dispensada enquanto ré, os advogados da defesa alegaram que Ivanka não teria que testemunhar visto que se tinha mudado de Nova Iorque, deixando a sua posição de vice-presidente executiva na Trump Organization em 2017.

Contudo, o Ministério Público argumentou que a filha do arguido possui informações relevantes para o caso e o juiz, Arthur Engoron, deferiu o pedido, citando documentos que provam que Ivanka manteve laços com algumas empresas em Nova Iorque, bem como a posse de várias propriedades em Manhattan.

A ação judicial em causa foi movida pela procuradora-geral de Nova Iorque, Letitia James, que acusa o antigo Presidente de exagerar a sua riqueza durante anos, em declarações financeiras que foram dadas a bancos, seguradores e outros para ajudar a garantir empréstimos e negócios.

Também os filhos mais velhos de Trump são acusados de participar conscientemente no esquema para empolar o património líquido do pai e obter benefícios financeiros, como melhores condições de empréstimos e apólices de seguro.

Trump, que tenta regressar à Casa Branca em 2024 e lidera a corrida às primárias Republicanas, nega qualquer irregularidade e classificou o julgamento como uma farsa com motivação política.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados