Treinador do Boavista tem quatro jogadores em dúvida para visita ao Sporting


 

Lusa/Ao online   Futebol   27 de Out de 2018, 19:32

O treinador do Boavista, Jorge Simão, assumiu este sábado ter quatro jogadores em dúvida para a visita ao Sporting, no domingo, em jogo da oitava jornada da I Liga de futebol.

Na conferência de imprensa de antevisão do encontro, Jorge Simão não esclareceu se pode contar com os defesas Carraça e Sparagna, com o médio Fábio Espinho e com o avançado Falcone, que recuperam de lesões, reconhecendo que quer manter as dúvidas "até perto do jogo".

"Também tenho a convicção que a questão estratégica é muito importante na preparação dos jogos", acrescentou, explicando que por vezes compara a uma partida de futebol a "jogo de xadrez", em que não pode expor ao adversário as suas ideias.

Jorge Simão fechou este ponto dizendo apenas que, "neste momento, tem poucas dúvidas" sobre as opções disponíveis.

O Boavista vai defrontar um adversário que na quinta-feira perdeu em casa com o Arsenal (0-1), para a Liga Europa, e que na jornada anterior da I Liga perdeu fora com o Portimonense (4-2).

Para Jorge Simão, "mais do que olhar para o momento" atual do Sporting, que para si "é folclore antes do jogo", o que interessa é perceber quais são os jogadores que vão jogar e quanto a isso afirmou também ter "dúvidas".

"Não consigo adivinhar o que José Peseiro pensa ou vai fazer. Posso é preparar os meus jogadores para as caraterísticas dos jogadores que vão defrontar e para as ideias do seu treinador", referiu.

O treinador boavisteiro disse ainda que a abordagem da sua equipa "está muito dependente da força com o que o Sporting se vai opor", pois "seria um erro gravíssimo” considerar que existe “igualdade de forças".

"Haverá fases do jogo em que poderemos dominar, mas é expetável que seja o Sporting a fazê-lo na maior parte do tempo", completou.

Boavista vive o melhor momento da época, com duas vitórias consecutivas, uma para a I Liga (1-0 frente ao Desportivo das Aves) e outra, mais recente, para a Taça a de Portugal (4-1, fora, em Fátima), e para o técnico o que melhorou foram os "resultados".

"Mesmo naquela sequência de jogos que não conseguimos ganhar, fizemos exibições tão boas ou melhores até do que aquelas que nos permitiram ganhar os dois últimos encontros", considerou, concluindo que "ganhando parece que tudo fica mais brilhante".

Jorge Simão espera levar para este jogo "uma equipa que sabe que está a fazer no campo e coletivamente preparada para defrontar qualquer adversário e lutar pela vitória".

"Podemos fazer tudo perfeito e mesmo assim não ganhar o jogo, porque é um jogo", referiu.

O Sporting, quinto classificado com 13 pontos, e o Boavista, 12.º com sete, defrontam-se no domingo, às 20:00, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, para a oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.