Trabalho

Trabalhadores das alfândegas admitem voltar à greve


 

Lusa / AO online   Economia   22 de Jun de 2010, 11:29

Os trabalhadores das alfândegas poderão voltar à luta já em Setembro, nomeadamente através do recurso à greve, se entretanto o Governo não manifestar disponibilidade para reabrir o processo negocial sobre as suas carreiras, admitiu esta terça-feira fonte sindical.
Segundo Artur Monteiro, da Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública, nenhuma forma de luta está excluída, mas o recurso à greve só acontecerá se os trabalhadores concluírem que o Governo “fechou mesmo todas as portas” à negociação.

“A greve será a última arma que utilizaremos”, referiu.

Os trabalhadores exigem a manutenção do vínculo público de nomeação, a integração de suplementos no vencimento (ao abrigo da lei 12-A/2008) e a reestruturação das carreiras, “para que seja garantida a dignificação das respectivas carreiras e da função aduaneira”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.