Juros

Taxas Euribor registam evoluções divergentes


 

Lusa / AO online   Economia   3 de Dez de 2009, 10:22

As taxas Euribor apresentaram esta quinta-feira evoluções divergentes, recuando a de três meses e subindo nas maturidades mais longas de seis e doze meses, de acordo com o 'fixing' diário da Federação Europeia dos Bancos.
A Euribor a três meses fixou-se em 0,720 por cento, cedendo 0,001 pontos percentuais.

A taxa a seis meses, principal indexante do crédito à habitação em Portugal, subiu 0,001 pontos para 0,999 por cento, aproximando-se novamente da principal taxa de referência do Banco Central Europeu, que está em um por cento.

O Banco Central Europeu reúne-se hoje, devendo manter as suas taxas nos níveis historicamente baixos, onde se encontram desde Maio de 2009.

A taxa a doze meses subiu 0,006 pontos percentuais para 1,241 por cento.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de bancos está disposto a emprestar dinheiro no mercado interbancário.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.