Estaleiros navais

Sul-coreana STX controla 88,37% da norueguesa Aker Yards


 

Lusa/AO online   Economia   18 de Ago de 2008, 11:25

O estaleiro naval sul-coreano STX Shipbuilding passou a controlar 88,37% do grupo norueguês de construção naval Aker Yards, proprietário dos ex-Chantiers de l'Atlantique, anunciou hoje a Aker Yards, após a OPA sexta-feira passada.
    Obrigada pela lei norueguesa a lançar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a Aker Yards (após ter ultrapassado o nível dos 40% no final de Junho), a STX propôs 63 coroas por acção, elevando a sua participação para 6,84 mil milhões de coroas (cerca de 860 milhões de euros).

    Em Seul, a STX especificou ter adquirido 48% do capital da Aker Yards por 427,6 milhões, duplicando assim a sua participação no grupo norueguês.

    Os resultados definitivos da OPA serão publicados na próxima quarta-feira.

    Um porta-voz da STX disse que a transacção será finalizada a 29 de Agosto, adiantando que a operação "possibilitará à STX entrar na construção de navios de cruzeiro".

    Os estaleiros passarão a ser designados por STX Europa após uma reunião de accionistas a realizar no princípio de Setembro.

    A mesma fonte especificou, que na Noruega, a Aker manter-se-à especializada na construção de navios para serviço às plataformas off-shore, enquanto que em França, os estaleiros continuarão especializados na construção paquetes de passageiros e navios de guerra.

    A semana passada, a Aker Yards anunciou perdas líquidas de 135 milhões de coroas norueguesas (16,9 milhões de euros) no segundo trimestre do ano, ou seja, a terceira perda trimestral consecutiva, contra resultados positivos de 200 milhões de coroas um ano antes.

    A Aker advertiu que o "abrandamento da economia, a depreciação do dólar e a escalada contínua dos preços das matérias primas poderão enfraquecer temporariamente o futuro da actividade no sector de paquetes de cruzeiro"

    Aker anunciou ainda a encomenda da armadora Mediterranean Shipping Company (MSC) de navios cruzeiro da classe Musica, a serem construídos nos estaleiros de Saint-Nazaire.

    Estes dois navios, que se juntam a quatro paquetes da mesma família já encomendados, reforçarão a carteira de trabalhos dos estaleiros franceses até Fevereiro de 2012, data da entrega prevista para o último navio.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.