Ciência

Submarino procura lulas gigantes

Submarino procura lulas gigantes

 

Lusa/AO online   Regional   31 de Ago de 2010, 11:23

A Fundação Rebikoff-Niggeler, instituição sediada no Faial, Açores, que se dedica à investigação subaquática, está a construir um submarino tripulado capaz de descer até 1000 metros de profundidade, onde espera encontrar as grandes lulas que alimentam as baleias.
O ‘Lula 1000’, que deve estar pronto em 2011, vai substituir o ‘Lula 500’, actualmente utilizado pela fundação, construído em 2000, que apenas pode operar até aos 500 metros de profundidade.

Joachim Jakobsen, responsável pela Fundação, revelou que o novo submarino, com capacidade para três tripulantes e equipado com tecnologia de ponta, vai abrir novas perspectivas de investigação sobre o fundo do mar.

“Vai ter equipamento novo, tecnologia de alta qualidade, o que permitirá trabalhos científicos mais elaborados”, afirmou o investigador.

“Vamos ver que descobertas podemos fazer abaixo dos 500 metros de profundidade”, acrescentou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.