Liga dos Campeões

Sporting vence Basileia por 2-0

Sporting vence Basileia por 2-0

 

Lusa/AO online   Futebol   1 de Out de 2008, 21:06

O Sporting conquistou hoje a primeira vitória na Liga dos Campeões em futebol, ao vencer por 2-0 os suíços do Basileia, em jogo da segunda jornada do grupo C, disputado no Estádio José Alvalade, em Lisboa
O Sporting venceu hoje o Basileia por 2-0, num encontro da segunda jornada do grupo C da Liga dos Campeões de futebol que mostrou uma equipa "leonina" intranquila, depois da derrota com o rival Benfica.
Um golo afortunado de Romagnoli, aos 55 minutos, e outro de Derlei, em contra-ataque, aos 86, deram colorido a uma exibição sofrida dos “leões” e consumaram a primeira vitória na liga "milionária", após a derrota na estreia, em Barcelona, por 3-1.
O treinador do Sporting, Paulo Bento, tinha prometido que os efeitos da derrota na Luz já estariam ultrapassados no encontro com os suíços, mas os jogadores mostraram-se impacientes e intranquilos.
As duas equipas chegavam a este jogo pressionadas pelas derrotas na primeira jornada, pois o Basileia também perdeu na recepção ao Shakthar Donetsk, por 2-1, e pelos desaires caseiros na última ronda dos respectivos campeonatos, com o Benfica (2-0) e, no caso dos suíços, Young Boys (2-1).
A fraca exibição na Luz afastou o público de Alvalade e os 22.368 espectadores não terão ficado satisfeitos com a exibição do Sporting, que se mostrou intranquilo, falhou muitos passes e cometeu vários erros defensivos, que poderiam ter custado caro.
O Basileia foi uma equipa bem organizada defensivamente, mas que sentiu muitas dificuldades para construir jogo e, normalmente, só os rasgos do português Carlitos – excessivamente individualista – causaram algum perigo.
Em relação ao jogo do Estádio da Luz, o treinador do Sporting, Paulo Bento, fez apenas uma alteração na equipa, com Derlei a entrar para o lugar de Yannick, actuando ao lado de Hélder Postiga na frente de ataque.
Rui Patrício manteve-se na baliza, atrás de Abel, Tonel, Polga e Grimi, com Miguel Veloso, Rochemback, João Moutinho e Romagnoli a comporem o losango do meio-campo.
Com a obrigação de vencer o encontro, o Sporting teve mais posse de bola, mas o primeiro lance de relativo perigo surgiu apenas aos 10 minutos, quando Derlei se antecipou a um defesa, mas cabeceou mal.
O Sporting dava muito espaço aos jogadores do Basileia, que trocavam a bola tranquilamente na área dos “leões”, como aconteceu aos 23 minutos, num lance em que Huggel, em boa posição, atirou por cima.
Apenas perto do intervalo o Sporting conseguiu fazer um remate enquadrado, primeiro, aos 40 minutos, por Romagnoli, e, já nos descontos, por Derlei, mas ambos os disparos tiveram o mesmo destino: o corpo do guarda-redes Costanzo.
O Sporting entrou um pouco melhor no segundo tempo e podia ter inaugurado o marcador logo aos 49 minutos, mas o desvio de cabeça de Derlei, após um pontapé de bicicleta de João Moutinho, acertou no poste.
O primeiro golo do encontro acabou por surgir de forma quase fortuita, aos 55 minutos, numa jogada em que o argentino David Abraham tentou aliviar a bola, mas atirou contra Romagnoli, com a bola a sobrevoar Costanzo e a entrar na baliza.
O Sporting criou então algumas oportunidades de perigo, mas Derlei voltou, com a ajuda de um defesa, a acertar no poste, aos 76 minutos, depois de Yannick já ter obrigado o guarda-redes suíço a uma excelente intervenção.
Antes, Huggel despediçou o melhor lance do Basileia, quando, aos 63 minutos, surgiu isolado, mas não conseguiu ultrapassar Rui Patrício. 
Aos 87 minutos, Derlei acabou mesmo por marcar e sentenciar a partida, batendo pela segunda vez Costanzo, após um excelente passe de Romagnoli.
Este triunfo permitiu aos “leões” igualarem ao Shakhtar Donetsk, que hoje perdeu em casa com o FC Barcelona (2-1), e com o qual o clube português deverá lutar pelo apuramento, pois os espanhóis já lideram destacados o grupo C.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.