Futsal

Sporting goleia e impõe primeira derrota ao Benfica no campeonato

Sporting goleia e impõe primeira derrota ao Benfica no campeonato

 

Lusa/Ao online   Outras modalidades   16 de Fev de 2019, 19:16

O Sporting goleou este sábado o Benfica por 6-1, em encontro da 19.ª jornada do campeonato nacional de futsal, provocou a perda dos primeiros pontos pelas ‘águias’ na prova e colocou-se a dois pontos da liderança.

André Coelho abriu o marcador para o Benfica, aos seis minutos, mas o Sporting rapidamente deu a volta ao marcador, com golos de Dieguinho (08) e Pedro Cary (08). Na segunda parte, o Sporting ampliou a vantagem por Pany Varela (30), Cavinato (35), Dieguinho (39) e o guarda-redes Guita, que fechou a contagem (40).

Com este triunfo no Pavilhão João Rocha, o Sporting devolve ao rival a derrota sofrida na primeira volta na Luz – por 4-1 – e aproxima-se da liderança, com 52 pontos, a dois das ‘águias’, que somam 54 e tinham triunfado nas primeiras 18 rondas.

Benfica e Sporting entraram cautelosos no encontro, procurando não ceder espaços, mas acabou por ser o Benfica o primeiro a vacilar, com Pedro Cary a testar os reflexos de Roncaglio.

Responderam os ‘encarnados’ por André Coelho, na primeira grande oportunidade de golo do Benfica, mas que Guita parou. Contudo, no lance seguinte, o guarda-redes brasileiro atrapalhou-se e, novamente em duelo com o ala do Benfica, acabou por deixar a bola escapar para dentro da baliza.

A perder, o Sporting passou ao ataque e, dois minutos depois, Dieguinho fez o empate, numa recarga a remate de Cavinato que Roncaglio não conseguiu segurar.

Era a melhor fase do Sporting desde o apito inicial e os ‘leões’ passaram para a frente no minuto seguinte: na cobrança de um livre, Merlim descobriu Pedro Cary sozinho e o internacional português atirou cruzado.

Com a ‘cambalhota’ no marcador, o Benfica voltou a tomar conta da iniciativa de jogo e, com Robinho ao comando, esteve por várias ocasiões perto do empate: o ala brasileiro atirou por duas vezes ao poste, aos 13 e aos 17 minutos, e Fábio Cecílio desperdiçou também uma boa oportunidade frente a Guitta.

Já na reta final do primeiro tempo, Cardinal e Rafael Henmi envolveram-se junto à linha lateral, os ânimos exaltaram-se, e o árbitro Miguel Castilho expulsou os dois jogadores.

A segunda parte recomeçou equilibrada, com lances de emoção junto das duas balizas, mas sem que qualquer equipa conseguisse claras oportunidades de golo.

Aos 30 minutos, Pany Varela deu um pontapé nalguma monotonia que se instalava no jogo e fez o 3-1 para os ‘leões’. Quase sem ângulo, o ala português beneficiou ainda de um desvio em Fábio Cecílio antes de a bola entrar na baliza de Roncaglio.

A necessitar de marcar, o Benfica balanceou-se no ataque e o Sporting foi letal na resposta: aos 35 minutos, Cavinato intercetou uma troca de bola das ‘águias’ a meio campo, isolou-se, e só com Roncaglio pela frente, atirou junto ao poste.

Já nos instantes finais, e com o Benfica a apostar tudo no ‘cinco para quatro’, o Sporting alargou a vantagem: o quinto foi da autoria de Dieguinho, a finalizar uma combinação ao segundo poste, e Guitta fechou a contagem, num remate de baliza a baliza.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.