Taça UEFA

Sporting de Braga nos 16 avos-de-final da Taça UEFA

Sporting de Braga nos 16 avos-de-final da Taça UEFA

 

Lusa/AO   Futebol   19 de Dez de 2007, 19:59

O Sporting de Braga juntou-se ao Sporting e Benfica nos 16 avos-de-final da Taça UEFA em futebol, após triunfo sobre os sérvios do Estrela Vermelha por 2-0, em Braga
O Sporting de Braga juntou-se ao Sporting e Benfica nos 16 avos-de-final da Taça UEFA em futebol, após triunfo sobre os sérvios do Estrela Vermelha por 2-0, em Braga.
Em segundo lugar do Grupo F, logo atrás do colosso Bayern Munique, o Sporting de Braga foi eficaz e concentrado nesta quinta e última jornada e vingou a eliminação frente aos sérvios, em 2005/06, também na Taça UEFA.
Os golos de Linz e Wender, aos 11 e 66 minutos, respectivamente, deram também ao clube de Manuel Machado a primeira vitória na prova esta temporada, impedindo igualmente o Estrela de Vermelha de conquistar qualquer ponto na poule.
Os bracarenses, que precisavam de vencer por dois golos de diferença para dependerem apenas de si, cumpriram a missão embora nem fosse necessário, já que o Bayern Munique goleou de forma clara o Aris de Salónica (6-0), na Alemanha.
A precisar de uma vitória depois de três empates consecutivos, o Sporting de Braga entrou bem e a desvalorizar o atrevimento da formação sérvia, conseguindo o primeiro golo logo aos 11 minutos: Wender trabalhou muito bem na esquerda e cruzou para Linz que, sem dificuldade, "bateu" o guarda-redes adversário.
O Estrela Vermelha respondeu aos 15 minutos, num cabeceamento de Castillo para defesa segura de Paulo Santos, momentos antes de o português Lucas (ex-Académica e Boavista) entrar para o lugar de Basta.
O primeiro golo do Bayern em Munique frente ao Aris de Salónica colocou o Sporting de Braga a apenas um triunfo do apuramento (os dois golos de diferença deixaram de ser obrigatórios), mas nem assim a equipa portuguesa se libertou da estranha pressão sentida após o tento de Linz, e apenas um remate de Jorginho, aos 31 minutos, ao lado, trouxe alguma emoção ao jogo.
Aos 42 minutos, no entanto, o estádio voltou a ver o golo bem perto, mas Wender, em excelente posição após passe a "rasgar" de Linz, permitiu a defesa a Banovic, no último lance de registo do primeiro tempo.
Na segunda parte, Vandinho ameaçou aos 47 minutos, num remate de longe, Milovanovic respondeu aos 51 para defesa atenta de Paulo Santos e, aos 58, o austríaco Linz, sem oposição ou ninguém a guardar a baliza, atirou inexplicavelmente por cima.
E como Linz não quis bisar, Wender, aos 66 minutos, voltou a exibir qualidade e, após se libertar de um defesa adversário, rematou sem hipótese para o guarda-redes sérvio, deixando o Sporting de Braga com um pé na fase a eliminar da UEFA. Depois do golo, Manuel Machado chamou então César Peixoto e Jaílson para os lugares de Wender e Jorginho, "refrescando" a equipa, e, aos 76, Linz voltou a criar perigo, num remate "à meia-volta".
Aos 82 minutos, Jaílson obrigou Banovic a excelente intervenção e, aos 84, a lembrar as escaramuças de 2005/06, Paulo Jorge e Koroman encostaram as cabeças, quase pedindo ao árbitro que, pela primeira vez, retirasse o cartão amarelo do bolso.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.