Açoriano Oriental
O outro lado do candidato
“Sou um protector nato das pessoas que gosto” - Pedro Neves

Pedro Neves, porta-voz do PAN/Açores e cabeça-de-lista do partido pela ilha de São Miguel às eleições regionais

“Sou um protector nato das pessoas que gosto” - Pedro Neves

Autor: AO Online

Que livro ou livros tem atualmente na mesa de cabeceira ? Qual o seu género literário preferido?

Neste momento estou a ler em simultâneo 21 Lições para o Séc. XXI de Yuval Harari, e Conduz o teu arado sobre os ossos dos mortos da Olga Tokarczuk. Não tenho um género preferido, variando entre literatura necessária para a minha ocupação e em reler clássicos greco-romanos, idade média e renascença e pós-Renascença.

Que série televisiva anda a ver? Porquê?

Tenho uma grande dificuldade em ter tempo para séries, mas vi a série alemã Dark porque adoro tudo que se baseie em espaço-tempo e teoria das cordas.

Qual o filme da sua vida?

Tenho dois, o Citizen Kane e Truman Show.

Que música não lhe sai da cabeça?

Mais uma vez duas, Apparat - Ash/Black Veil e Anoushka Shankar e Alev Lenz - Bright Eyes

Banda ou músico preferido?

Banda é Sigur Rós mas o compositor é Tchaikovsky.

Como ocupa os seus tempos livres?

Na realidade é a trabalhar mas com saudades imensas de uma surfada.

É adepto de atividade física, por gosto ou por obrigação ?

Fui federado com treinos intensos em vários desportos, desde natação, hóquei, andebol e muay thai, sem ter sequer tempo para uma adolescência dita normal. Fazia por gosto e neste momento, por falta de disponibilidade, sinto falta em ter uma actividade regular.

Qual o seu clube do coração?

Não tenho clube

Que tipo de pessoa é ao acordar?

Sou uma pessoa com pouca necessidade de dormir, mas preciso quinze minutos antes que alguém fale comigo para as minhas rotinas. Como acordo normalmente às 5 da manhã, é fácil porque está tudo a dormir ainda.

Quem cozinha lá em casa?

Normalmente sou eu, tirando este dois últimos meses que não tenho grande disponibilidade para entrar na cozinha.

Prefere escrever com caneta ou teclado?

Escrevo quase tudo no teclado, excepto os meus pensamentos ou notas que são à caneta e em modo estenográfico.

Quem faz as compras domésticas?

Quem estiver mais perto do mercado ou supermercado quando necessário.

Como se desloca para o trabalho?

Tenho dois locais de trabalho, um no meu escritório em casa, na Ribeira Grande, e outro no Espaço PAN, aí de carro por ser em Ponta Delgada.

Cidade que mais gostou de visitar e porquê?

Tenho duas grandes preferências nas viagens que fiz. Uma é em São Jorge (não vou dizer onde porque é para descanso) que vou sempre de férias só com mochila numa zona bucólica, outra é Praga, na República Checa pela sua arquitectura.

Quantas vezes por dia consulta as redes sociais?

Devido ao trabalho, demasiadas vezes.

Que importância dá às redes sociais?

É sem dúvida uma ferramenta que alterou totalmente o nosso quotidiano e a política portuguesa e açoriana, dando uma maior abertura e cobertura para os partidos mais pequenos. Sem as redes sociais, não existiria o PAN porque fomos o primeiro partido a entrar no parlamento devido a esta ferramenta. Neste momento as redes sociais servem bastante para a desinformação, o que é o subproduto de todos terem tempo de antena.

Qual é o seu principal defeito?

Quando estou totalmente alinhado com uma ideia para ser desenvolvida na sua execução, sou demasiado obstinado, ao ponto de ser teimoso e descurar o descanso necessário do meu corpo.

E a principal virtude?
Sou um protector nato das pessoas que gosto, tanto na minha esfera pessoal como profissional.

O que é mais importante na sua vida?
O legado intelectual e emocional que quero deixar aos meus filhos.





















 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.