Liga Orangina

Sorte e azar têm uma invisível e ténue linha a separá-los

Sorte e azar têm uma invisível e ténue linha a separá-los

 

Arthur Melo   Futebol   5 de Dez de 2010, 20:31

Se a sorte protegeu em determinados momentos o Santa Clara, o azar também esteve do lado dos encarnados que souberam segurar a magra vantagem no marcador

O Santa Clara mantém-se invencível a jogar no Estádio de São Miguel e o triunfo sobre o Estoril, na 10ª jornada da Liga Orangina, catapultou a equipa para a sétima posição, a três pontos do novo líder do campeonato, o Arouca.


Mas a partida entre encarnados de Ponta Delgada e “canarinhos” é muito mais do que esta constatação de factos e números, visíveis após a conclusão de um jogo da jornada que só termina a 12 de Dezembro (Gil Vicente recebe naquela data a Oliveirense).


Pode-se afirmar que a sorte esteve do lado da equipa de Bruno Moura, já que o remate enrolado de Moreira acabou por só parar no fundo das redes de Cléber, traído pela esquisita trajectória do esférico.


Além disso, foi um azar do conjunto de Vinicius Eutrópio, já que o golo nasce de um lance infeliz de Luiz  Alberto.

 

Leia esta notícia na íntegra na edição impressa de segunda-feira do Açoriano Oriental, dia 6 de Dezembro 2010

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.