Justiça

Sentença de empresário e bailarina adiada para segunda-feira

Sentença de empresário e bailarina adiada para segunda-feira

 

Lusa / AO online   Regional   4 de Dez de 2009, 15:04

 O Tribunal de Ponta Delgada adiou hoje para segunda-feira a leitura da sentença do julgamento de um empresário e uma bailarina, acusados de utilização abusiva do cartão de crédito de um cliente num estabelecimento de diversão nocturno.
Segundo adiantou à Lusa fonte judicial, a leitura do acórdão foi adiada para as 14:00 de segunda-feira porque "o juíz presidente do colectivo se encontrava num outro julgamento, que acabou por se prolongar".

O caso remonta a Janeiro de 2006, quando, segundo a acusação, o empresário e a bailarina terão utilizado abusivamente o cartão de crédito de um cliente, num valor superior a oito mil euros.

Essa utilização ocorreu em duas noites seguidas, quando o lesado, entretanto falecido, se deslocou a um estabelecimento de diversão nocturna de Ponta Delgad

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.