Segunda edição de Arquipélago de Escritores homenageia poeta J.H.Santos Barros


 

Lusa/AO Online   Cultura e Social   24 de Out de 2019, 14:44

A segunda edição do encontro literário Arquipélago de Escritores vai decorrer em São Miguel e na Terceira, de 14 a 17 de novembro, com a participação de autores e uma homenagem ao poeta J.H.Santos Barros.

Teju Cole, Dulce Maria Cardoso, Richard Zimler, Urbano Bettencourt, João de Melo, Joel Neto, Domingos Amaral, Eduíno de Jesus, Carlos Bessa, Pedro Vieira, Rui Tavares, Isabel Lucas, Filipe Homem Fonseca e Norberto Ávila são alguns dos participantes no encontro.

Tal como na primeira edição, este segundo encontro pretende que os livros e os seus autores sejam celebrados num território de grande tradição literária - os Açores -, pelo que os eventos terão lugar nas ilhas de São Miguel e da Terceira, “tendo como missão expandir-se cada vez mais pelo arquipélago”.

A presença do escritor norte-americano Teju Cole pretende também consagrar a ligação existente entre os Açores e os Estados Unidos, explica a organização.

Autor de "Todos os Dias São Bons para Roubar" e "Cidade Aberta", Teju Cole nasceu nos Estados Unidos, filho de pais nigerianos. Escritor, historiador de arte, crítico, fotógrafo, curador, colaborador regular do jornal The New York Times e das revistas The New Yorker e Granta, é também professor de escrita criativa em Harvard.

Quanto ao poeta J.H. Santos Barros, vai ser homenageado e recordado com a estreia oficial, em Ponta Delgada e em Angra do Heroísmo, do documentário “Fazer Versos Dói", numa altura em que é editado pela Imprensa Nacional o volume que reúne toda a sua obra poética.

O encerramento do Arquipélago de Escritores fica a cargo do professor e crítico Vamberto Freitas, que será entrevistado na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, pelo diretor do encontro, o escritor Nuno Costa Santos.

Estão ainda previstos, para o Arquipélago de Escritores, o concerto “A Voice For Freedom”, em que Sara Miguel canta Nina Simone, e a exposição de fotografias de Bernardo Sassetti, “E Ainda por Cima está Frio”, ambos no Teatro Micaelense.

Organizado pela Câmara Municipal de Ponta Delgada, o Arquipélago de Escritores conta com a produção da agência literária StorySpell, Arquipélago de Escritores, com o apoio da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento e do Governo dos Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.