Açoriano Oriental
Secretaria do Turismo e Transportes “corresponde às necessidades” dos Açores, defendem Hoteleiros

 O delegado da Associação de Hotelaria de Portugal (AHP) nos Açores, Fernando Neves, considerou esta sexta feira que a inclusão do Turismo e Transportes na mesma secretaria do Governo Regional “corresponde às necessidades atuais” do setor.

Secretaria do Turismo e Transportes “corresponde às necessidades” dos Açores, defendem Hoteleiros

Autor: AO Online/ Lusa

 do XIII Governo Regional, conhecida hoje, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro e que tomará posse na próxima terça-feira.

Fernando Neves realçou que a orgânica do governo socialista ainda em funções, com uma secretaria da Energia, Ambiente e Turismo, “também se adaptava às necessidades do momento” em que era necessário “consolidar a marca Açores como um destino de natureza”.

Atualmente, disse, os Açores estão “noutra fase”: “justifica-se plenamente que o Turismo e os Transportes estejam em comum”, afirmou.

O representante dos hoteleiros regionais destacou que os transportes “são fundamentais” para o turismo, sobretudo numa região arquipelágica.

“Sem transportes não há turismo. É fundamental que haja a preocupação de preservar muitas ligações, ao nível da aviação, que está a atravessar uma fase muito difícil”, apontou.

Não querendo pronunciar-se sobre o novo secretário regional, Mário Mota Borges, o delegado da AHP destacou que é necessário existir “alguma sequência do trabalho” realizado pela ainda titular da pasta do Turismo, Marta Guerreiro, que, considerou, “deixou uma marca importante”.

“Nesta fase pandémica é fundamental cuidar do presente e trabalhar o futuro. Todo o setor atravessa momentos difíceis e é necessário que haja uma grande preocupação para que possamos preservar a nossa capacidade de oferta que é boa”, acrescentou.

Mário Mota Borges, engenheiro civil e que foi presidente da Associação de Jovens Empresários dos Açores, será o novo secretário regional dos Transportes, Turismo e Energia.

O novo Governo Regional, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro, integra dez secretarias e uma subsecretaria.

O ainda atual Governo Regional, do PS, era composto por nove secretarias regionais, além da Presidência e da Vice-presidência.

O novo executivo deixará de ter uma secretaria para a Solidariedade Social e passará a ter uma secretaria específica para as Finanças e outra para o Emprego.

A Cultura, Ciência e Transição Digital também terão uma nova secretaria regional, enquanto Transportes e Turismo ficam concentrados na mesma tutela.

O executivo anterior tinha secretários regionais adjuntos da Presidência para os Assuntos Parlamentares e para as Relações Externas, passando agora o governo a ter apenas um subsecretário regional da Presidência.

A vice-presidência do executivo açoriano e a Secretaria Regional do Ambiente serão entregues ao CDS-PP, enquanto o PPM fica com a pasta do Mar.

O PS venceu as eleições legislativas regionais, no dia 25 de outubro, mas perdeu a maioria absoluta que detinha há 20 anos, elegendo 25 deputados.

PSD, CDS-PP e PPM, que juntos representam 26 deputados, assinaram um acordo de governação. A coligação assinou ainda um acordo de incidência parlamentar com o Chega e o PSD um acordo de incidência parlamentar com o Iniciativa Liberal (IL).


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.