Santa Casa da Misericórdia de Vila do Porto vai ter novo espaço para CATL

Santa Casa da Misericórdia de Vila do Porto vai ter novo espaço para CATL

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   13 de Ago de 2019, 11:36

A secretária regional da Solidariedade Social assinou na segunda-feira, em Santa Maria, um contrato de cooperação com a Santa Casa da Misericórdia de Vila do Porto para a requalificação e adaptação de um edifício para o Centro de Atividades de Tempos Livres (CATL) daquela ilha, num investimento estimado em mais de 630 mil euros.

Na ocasião, Andreia Cardoso salientou a importância deste apoio para a adequação da reposta de CATL em Santa Maria, reinstalando as crianças e jovens num único espaço e potenciando, ao mesmo tempo, um edifício existente.


“Dadas as necessidades sentidas de qualificar as respostas existentes, esta recuperação permitirá inovar os espaços, agregando, assim, três salas para um total de 55 crianças e potenciando um edifício existente no centro de Vila do Porto”, disse citada em nota do Executivo.


A secretária regional disse ainda que a requalificação daquele espaço vai proporcionar melhores condições de segurança para as crianças e jovens desta resposta social, ao mesmo tempo que se rentabilizam recursos humanos e financeiros da instituição, parceira do Governo dos Açores.


Na deslocação a Santa Maria, a secretária regional da Solidariedade Social visitou ainda o Recolhimento de Santa Maria Madalena, instituição que presta serviço na área da pessoa idosa, assim como a Salvaterra - Associação para o Desenvolvimento de Solidariedade Social Mariense.


Andreia Cardoso procedeu também à entrega de duas moradias de tipologia T4, no loteamento das Lombas, a dois agregados familiares jovens a quem foram atribuídas as habitações através do concurso para arrendamento com opção de compra.


As habitações, que correspondem a um valor de construção de 265 mil euros, permitem aos beneficiários ter acesso a uma habitação permanente, suportando uma renda mensal acessível, podendo depois, se assim entenderem, optar pela aquisição do imóvel.


Nessa altura, todas as rendas já pagas serão deduzidas no preço da habitação.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.