Sondagem

Rui Costa é o melhor jogador, Scolari cai nas preferências dos portugueses


 

Lusa/ AO   Nacional   25 de Set de 2007, 09:23

Rui Costa é o melhor jogador do início do campeonato, o FC Porto é o favorito para conquistar o título e Liedson deverá ser o melhor marcador, de acordo com uma sondagem hoje publicada.
O estudo, da Eurosondagem e que vai passar a ser divulgado mensalmente pelos media do grupo Controlinveste (DN/TSF/O Jogo e Sport TV), mostra ainda que Luiz Felipe Scolari caiu nas preferências dos portugueses, com apenas 51,9 por cento a considerar que tem condições para continuar a dirigir a selecção portuguesa.

    A sondagem, realizada depois dos incidentes de 12 de Setembro no final do jogo Portugal-Sérvia, e dos três empates consecutivos da equipa portuguesa, indica que 40,5 por cento dos inquiridos defende a saída do técnico brasileiro.

    Se Portugal se classificar para a fase final do Eruo 2008 o responsável pela equipa portuguesa deverá continuar a ser Scolari para 49,5 por cento dos entrevistados, mas 41,1 por cento defende que a Federação Portuguesa de Futebol deve escolher outro técnico.

    No lado oposto está Rui Caçador, técnico da selecção de sub-21, que recolhe 71,3 por cento de opiniões positivas e apenas 16,7 por cento de apreciações negativas.

    O estudo refere que Rui Costa (Benfica) é considerado o melhor jogador das primeiras jornadas da Liga, com 36,5 por cento, à frente de Quaresma (FC Porto), com 32,9 por cento, surgindo Miguel Veloso (Sporting) num distante terceiro lugar com apenas 8 por cento.

    Seguem-se João Moutinho, Sporting, com 2,2 por cento, Lucho Gonzalez, Fc Porto, com 1,8 por cento), Léo, Benfica, com 0,5 por cento, e João Vieira Pinto (Sporting de Braga), com 0,3 por cento.

    O vencedor da prova deverá ser o FC Porto (40,6 por cento), a larga distância do Sporting (26,6 por cento), com muito escassa diferença sobre o clube da Luz (25,6 por cento).

    Para os inquiridos na sondagem, o brasileiro Liedson, do Sporting, deverá ser o goleador desta época (44,3 por cento), repetindo o feito da última época, deixando o paraguaio Cardozo (Benfica) em segundo lugar, com 28 por cento, e o brasileiro Adriano (FC Porto) num terceiro lugar com apenas 10,9 por cento, enquanto o austríaco Linz (Sporting de Braga) está em quarto lugar com 1,0 por cento.

    Quanto aos treinadores, Paulo Bento é considerado até agora o melhor técnico (31,7 por cento), seguido do espanhol José António Camacho (Benfica), com 28,1 por cento), enquanto Jesualdo Ferreira, o treinador que levou o FC Porto ao título na época passada, é apenas terceiro (21,7 por cento).

    A larga distância aparecem Jorge Jesus (Belenenses - 3,3 por cento), Manuel Cajuda (Vitória de Guimarães - 0,7 por cento) e Jorge Costa (Sporting de Braga - 0,6 por cento).

    Filipe Soares Franco é o melhor presidente, de acordo com os adeptos dos respectivos clubes, com 90 por cento das preferências dos sportinguistas, um pouco à frente do que Pinto da Costa consegue entre os portistas (88,3 por cento) e mais longe de Luís Filipe Vieira, aprovado por 81,9 por cento dos benfiquistas.

    No que respeita a dirigentes desportivos, destaque para a apreciação negativa que é feita ao ex-árbitro Vítor Pereira (presidente da Comissão de Arbitragem da Liga), com 50,9 por cento de referências negativas e 34,4 por cento de positivas, e para o saldo positivo de Hermínio Loureiro, presidente da Liga (64,5 por cento de opiniões favoráveis e 19,8 por cento de negativas).

    O trabalho desenvolvido pelo presidente da Federação, Gilberto Madaíl, é aprovado por 47,5 por cento dos inquiridos e reprovado por 41,5 por cento.

    O estudo da Eurosondagem foi efectuado entre 20 e 21 de Setembro, com 1.011 entrevistas, sendo o erro de amostragem de 3,08 por cento para um intervalo de confiança de 95 por cento.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.