Banca

Royal Bank e Lloyds vão receber mais 31,3 mil ME de ajuda estatal


 

Lusa/AO Online   Economia   3 de Nov de 2009, 11:34

O Royal Bank of Scotland (RBS) e o Lloyds Banking Group vão receber mais 31,3 mil milhões de libras (34,65 mil milhões de euros) de apoio do governo britânico.

O Tesouro britânico vai injectar 25,5 mil milhões de libras adicionais (28,2 mil milhões de euros) no RBS, aumentando a sua participação no banco para 84,4 por cento.

O Lloyds, por sua vez, irá receber uma injecção estatal de 5,8 mil milhões de libras (6,4 mil milhões de euros), de acordo com a agência Bloomberg.

As duas instituições receberam há um ano atrás uma injecção de capital de 37 mil milhões de libras (40,95 mil milhões de euros).

O Estado britânico está assim perto de chegar ao pleno controle do RBS, enquanto o Lloyds escapa ao controle governamental através do aumento de capital, com recurso a investidores institucionais.

Em troca da ajuda estatal, as duas instituições comprometeram-se a vender activos e a aceitar limites às suas remunerações.

Os dois bancos assumiram ainda o compromisso de não pagar este ano prémios aos trabalhadores que ganhem mais de 39 mil libras (43,2 mil euros) por ano.

O RBS anunciou na segunda-feira o despedimento de 3.700 trabalhadores nos próximos dois anos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.