Revista de Imprensa Nacional


 

Lusa/Ao online   Nacional   27 de Nov de 2007, 05:22

A existência de mais do dobro de investigadores na PSP e GNR do que na Judiciária e a chegada a Portugal do corpo de soldado morto no Afeganistão são alguns temas hoje em destaque na imprensa lisboeta.
“PSP e GNR têm mais do dobro de investigadores do que a Judiciária” é a manchete do jornal Público, adiantando que os inquéritos abertos pela PJ estão muito abaixo dos registados nas outras forças.

    “Paz israelo-palestinaina: Annapolis, a nova esperança já começou” é outro título do Público, referindo-se ao arranque hoje da reunião internacional para relançar negociações israelo-palestinianas.

    O matutino destaca também a chegada do corpo do militar português morto num acidente de viação em Cabul, Afeganistão, realçando excertos de mensagens que Sérgio Pedrosa enviava à família por Internet.

    O Público chama ainda à primeira página “Droga provocou 216 mortes em Portugal”, dados que constam de um relatório sobre Situação em matéria de Drogas e Toxicodependência que será apresentado hoje na Assembleia da República.

    O Jornal de Notícias destaca em manchete “Restaurantes optam por proibição total do tabaco”, salientando que a associação do sector argumenta que criar zonas para fumadores é demasiado caro.

    A lei que proíbe fumo em todos os espaços fechados entra em vigor a 01 de Janeiro.

    Na capa, o JN realça também o acidente entre dois veículos ligeiros que causou um morto perto a Lousã .

    O Diário de Notícias adianta na primeira página “Portugal é 3º país europeu em que crime mais cresceu”, segundo um ranking dos países da União Europeia.

    Portugal surge em terceiro lugar no ranking dos países da União Europeia onde mais aumentou o número de crimes violentos e roubos na década de 1995 a 2005, escreve o DN.

    Os dados do Eurostat, entidade responsável pelas estatísticas da UE, que regista para Portugal um crescimento na ordem dos cinco por cento para o crime violento.

    À frente no crescimento surge a França (sete por cento) seguida da Holanda (seis por cento).

    O destaque fotográfico do DN vai para a chegada do corpo do soldado português vítima de acidente de viação em Cabul, titulando “Embaixador americano crítica Sócrates por saída parcial do Afeganistão.

    “Prédio de Setúbal sem anti-sismo”, “Decisões no BCP só em Janeiro”, “Salários sobem 3,5 por cento para o ano” e “Aulas de lei do tabaco para comerciantes” são outros assuntos abordados no DN.

    O Correio da manhã faz hoje manchete com o título “Canibal assassino em Sintra”, referindo que um homem terá morto e comido o sogro.

    De acordo com o jornal, um ucraniano de 30 anos suspeito de três homicídios foi preso pela morte de um familiar, cujo corpo terá comido.

    Também o CM puxa para a capa uma fotografia da chegada do corpo do militar português a Portugal.

    O diário realça ainda que ex-líder do PS Eduardo Ferro Rodrigues vai depor no processo Casa Pia e revela que o “prédio da explosão em Setúbal foi mal construído”.

    O 24horas anuncia na sua edição de hoje “Mulher de taxista [encontrado morto sexta-feira à noite no Parque das Nações] suspeita de matar o marido”.

    A Polícia Judiciária, escreve o 24horas, acredita que o homem terá sido assassinado por causa do dinheiro.

    O jornal adianta ainda que “Amadora e Porto são os locais mais perigosos do país”.

    “Espanhóis vedam maior OPV ibérica a portugueses” adianta o Jornal de Negócios na primeira página, referindo que a Iberdrola Reovables vai para a Bolsa de Madrid mas só os espanhóis podem investir.

    Sobre o BCP, o económico salienta que presidente do conselho e de supervisão do Millennium “Jardim Gonçalves pode estar de saída” do cargo.

    O económico chama ainda à primeira página uma sondagem que indica que “pais querem que os seus filhos sejam médicos, engenheiros e futebolistas”.

    O Diário Económico destaca “Jardim [Gonçalves] só sai quando BCP estiver estável”.

    O fundador do banco fica até que os accionistas se entendam sobre uma nova equipa de gestão que dê tranquilidade ao BCP, acrescenta o DE.

    “A estratégia de Portugal para negociar no Brasil” e “capital de risco do Estado ajuda a salvar Corte Fino [negócio de carnes]”, são outros temas do DE.

    O Manchester United-Sporting de hoje, a contar para a Liga dos Campeões em futebol, está na primeira página de A Bola e do Record, enquanto O Jogo noticia mais uma eventual contratação do Benfica.

    “Leões contra feras” anuncia em manchete A Bola, com montagem de fotos das caras de alguns dos protagonistas do jogo de hoje à noite em Manchester, destacando o voto do técnico leonino, Paulo Bento: “que o assédio a Veloso não prejudique a equipa”.

    O Record coloca Miguel Veloso na capa com o título “sonhos à prova”, referindo-se ao alegado interesse do clube inglês no jogador sportinguista, referindo que a equipa portuguesa vai estar em Inglaterra “com os ouvidos na Ucrânia” para saber do resultado do Dínamo de Kiev-Roma.

    O Jogo refere mais uma possível contratação do Benfica, desta vez para o lugar do lateral Leo, cujo contrato está em dificuldades de renovação, anunciando “Gilberto na agenda do Benfica”, referindo-se a um lateral brasileiro que alinha no Hertha de Berlim.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.