Representantes políticos de Massachusetts conscientes do impacto de redução militar

Representantes políticos de Massachusetts conscientes do impacto de redução militar

 

Lusa/AO Online   Regional   25 de Nov de 2013, 16:33

Representantes políticos do estado norte-americano do Massachusetts que estão de visita aos Açores disseram hoje terem consciência do impacto económico que a redução de militares na base das Lajes teria no arquipélago.

"Vamos fazer tudo o que podermos para tentar minimizar qualquer impacto económico", salientou o senador estadual Marc Pacheco, em declarações aos jornalistas, à saída de uma reunião com o presidente e vereadores da Câmara Municipal da Praia da Vitória.

Segundo Marc Pacheco, a redução do efetivo militar norte-americano nas Lajes tal como está prevista teria um "impacto devastador" na economia da ilha Terceira e dos Açores.

O senador acrescentou que esse impacto seria sentido também por famílias de pessoas que residem em Massachusetts, de onde partiu uma delegação governamental com cerca de 30 pessoas, em visita a São Miguel e à Terceira.

Para Tony Cabral, membro da Câmara de Representantes de Massachusetts, esta deslocação aos Açores serve para que os representantes políticos do estado norte-americano que não têm descendência portuguesa conheçam de perto o impacto que a redução militar nas Lajes pode vir a ter e os ajudem a influenciar o Senado dos EUA neste processo.

"O principal, atualmente, é tentar que haja uma oportunidade de se continuar essa conversa e para isso acontecer tem de haver pelo menos um adiamento da decisão final", salientou, lembrando que a Câmara dos Representantes do Congresso dos EUA já fez passar uma proposta que adia a redução por pelo menos um ano, mas falta agora a aprovação do Senado.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Roberto Monteiro, alertou para a necessidade de serem acauteladas contrapartidas em troca da utilização da Base das Lajes por parte dos norte-americanos.

"Não aceitaremos de forma alguma a manutenção integral de facilidades com a redução de 50% de contrapartidas", frisou, defendendo "um compromisso efetivo da parte americana num plano de recuperação que permita em termos de saldo manter o impacto na economia local".

A comitiva de representantes políticos de Massachusetts reuniu-se hoje com os comandantes da Zona Aérea dos Açores e do destacamento militar dos EUA na Base das Lajes e com a comissão representativa dos trabalhadores portugueses na base, bem como com os presidentes das câmaras municipais de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória (os dois municípios da ilha Terceira).

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.