Banca

Remessas dos emigrantes aumentam em Outubro para 180,08 ME

Remessas dos emigrantes aumentam em Outubro para 180,08 ME

 

Lusa/AO online   Economia   23 de Dez de 2010, 17:02

As remessas dos emigrantes aumentaram 0,6 por cento em Outubro para 180,08 milhões de euros, face ao mês homólogo de 2009, e 2,8 por cento face a Setembro, divulgou esta quinta-feira o Banco de Portugal.
De acordo com o Boletim Estatístico do Banco de Portugal, 62 por cento do total das remessas dos emigrantes portugueses teve origem em países da União Europeia (111,66 milhões de euros), com especial incidência para França (70,459 milhões de euros), Alemanha (10,155 milhões de euros) e Espanha (8,310 milhões de euros).

Fora da UE, as remessas dos emigrantes tiveram sobretudo origem na Suíça (40,173 milhões de euros), EUA (8,757 milhões de euros) e Canadá (2,614 milhões de euros).

As remessas dos emigrantes com origem no Brasil foram de 1,056 milhões de euros e da Venezuela 910 mil euros.

Segundo os dados disponíveis no documento, as remessas dos emigrantes têm vindo a recuar, dos 2,59 mil milhões de euros observados em 2007, para 2,48 mil milhões de euros em 2008 e 2,28 mil milhões de euros, em 2009.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.