Red Bull Cliff Diving com arranque inédito no arquipélago das Filipinas

Red Bull Cliff Diving com arranque inédito no arquipélago das Filipinas

 

Nuno Martins Neves   Outras modalidades   12 de Abr de 2019, 09:25

A natureza exuberante de El Nido, na paradisíaca ilha de Palawan (Filipinas), assinala com uma estreia absoluta por terras do oriente o arranque da décima primeira temporada do Red Bull Cliff Diving World Series.

É já este sábado, 13 de abril, que os melhores especialistas mundiais dos saltos para a água de grande altura se reúnem para testar os seus limites a partir de impressionantes alturas de 27 (homens) e 21 (mulheres) metros.

Com o britânico Gary Hunt e a australiana Rhiannan Iffland a defenderem o título mundial, o grupo de 24 atletas de 18 nacionalidades apresenta algumas mudanças importantes. Das novas entradas, o destaque vai para chegada ao quadro permanente do ucraniano Oleksiy Prygorov – que foi medalha de prata nos saltos para a água dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Também em masculinos, é incontornável a presença da maior lenda da modalidade – o colombiano Orlando Duque – na qualidade de “convidado” (wildcard). Duque lesionou-se no ano passado nos Açores e acabou por comprometer as suas aspirações competitivas. Agora terá de provar, aos 44 anos, que ainda é capaz de competir ao mais alto nível.
No comando desportivo da competição continua o norte-americano Greg Louganis, que é o mais cotado atleta de saltos para a água de todos os tempos, com quatro medalhas de ouro olímpicas e seis títulos mundiais.

Portugal volta a marcar este ano presença no mapa do Red Bull Cliff Diving World Series, com o regresso ao ilhéu de Vila Franca do Campo (Açores) previsto para os dias 21 e 22 de junho. Esta será a oitava edição consecutiva nos Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.