Açoriano Oriental
Questionário 'online' para facilitar acolhimento de passageiros

A Secretaria Regional da Saúde informou esta quinta-feira que disponibiliza "um questionário ‘online’ de avaliação do risco" para pessoas que pretendem entrar na região, medida que visa "facilitar e tornar mais célere a chegada" dos passageiros aos Açores.

Questionário 'online' para facilitar acolhimento de passageiros

Autor: Lusa/AO online

Numa nota enviada às redações, o Governo Regional explica que os passageiros devem preencher o questionário da Autoridade de Saúde Regional, disponível no sítio https://destinoseguro.azores.gov.pt/ e distribuído também pelas companhias aéreas, "nas 72 horas antes da partida".

A informação recolhida no questionário, que se destina à avaliação de risco e à deteção precoce, é integrada automaticamente na plataforma covid-19, agilizando o acolhimento dos viajantes.

O preenchimento dos dados pelo próprio passageiro "minimiza o risco de erros no registo da informação, como os contactos, facilitando a comunicação do resultado" do teste, acrescenta a tutela.

"Para agilizar o processo de entrada na região, foram realizados desenvolvimentos adicionais ao sistema de informação covid-19", como "a criação automática da requisição para a realização do teste do sexto dia (em caso de permanência por mais de sete dias na região)” e "a produção de relatórios sobre a comunicação dos resultados" que "viabilizam a monitorização e a correção de erros", refere o executivo.

Desde 01 de julho que é possível realizar gratuitamente no continente testes de diagnóstico à covid-19 para quem pretende viajar para os Açores (onde também é possível fazer o teste à chegada).

Para tal, o executivo açoriano alargou ao continente “a rede de laboratórios de análises de despiste da covid-19, através de convenções com laboratórios privados e do setor social, agilizando, também por esta via, os procedimentos para quem pretende viajar”.

Na prática, os cidadãos poderão escolher no continente o laboratório no qual pretendem fazer o seu teste de despiste do novo coronavírus entre a lista de entidades convencionadas, que está divulgada no Portal do Governo dos Açores, devendo apresentar comprovativo de reserva e pagamento da viagem entre o território continental e a Região Autónoma dos Açores.

Estes laboratórios ficam obrigadas a realizar o teste no prazo de 72 horas antes da viagem e o resultado é remetido ao passageiro e à Direção Regional da Saúde antes do voo.

Na nota divulgada hoje, o executivo açoriano sublinha que "tem seguido uma estratégia de reforço da segurança e de agilização do acolhimento de passageiros na região, alargando a rede de laboratórios para a realização de despiste ao coronavírus SARS-CoV-2 antes do embarque", promovendo "novo teste de despiste ao sexto dia, reforçando equipas e sistemas de suporte ao processo de colheita, análise laboratorial e comunicação do resultado".

Os Açores registaram hoje um novo caso de recuperação de um doente em São Miguel e não foram diagnosticados novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas.

Desde o início do surto registaram-se na região 157 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, verificando-se atualmente cinco casos positivos ativos, dos quais quatro na ilha de São Miguel e um na ilha das Flores.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.