Açoriano Oriental
“Queremos fazer um diagnóstico da realidade dos Açores e traçar uma estratégia”

Sandra Dias Faria, pró-reitora para a Inovação e Empreendedorismo da Universidade dos Açores e comissária geral da iniciativa ‘Todos Contam/Açores Primeiro’, fala dos objetivos deste movimento que pretende projetar a Região nos próximos 10 anos. E garante que o debate não será partidário

article.title

Foto: Eduardo Resendes
Autor: Paulo Simões / Rui Jorge Cabral

A iniciativa ‘Todos Contam / Açores Primeiro’ foi recentemente apresentada em Vila Franca do Campo, pretendendo assinalar os 50 anos da Autonomia, que se celebram em 2026. O que é que distingue esta plataforma cívica?

Este é um movimento que se quer mais amplo em relação a outros que já existiram no passado, no sentido de uma participação cívica muito focada no futuro.
A nossa perspetiva temporal são os próximos 10 anos, que nos permitem ter um campo de visão mais alargado para dar resposta às questões que lançámos e que não limite a nossa análise e o nosso pensamento apenas às questões do dia-a-dia.


Pode ler a entrevista na íntegra na edição de quinta-feira, 16 janeiro 2020, do jornal Açoriano Oriental



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.