Açoriano Oriental
PSP deteve um homem e duas mulheres pelo crime de tráfico de estupefacientes

A PSP da Ribeira Grande deteve em flagrante delito um homem, de 43 anos, e duas mulheres de 21 e 26 anos, fortemente indiciados pela prática de um crime de tráfico de estupefacientes.

PSP deteve um homem e duas mulheres pelo crime de tráfico de estupefacientes

Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Segundo comunicado do Comando Regional da PSP dos Açores, no âmbito de um inquérito dirigido por uma Magistrada do Ministério Público da Ribeira Grande, durante o ano de 2023, a PSP deteve o “principal visado pela investigação, após ter sido intercetado na posse de várias doses de droga sintética, pronta a ser comercializada, tendo sido aplicada ao arguido a medida de coação de obrigação de apresentações periódicas perante as autoridades, proibição de contactos com toxicodependentes e obrigação de se sujeitar a um tratamento à toxicodependência”.


No entanto, a PSP explica que a referida operação policial e subsequente aplicação das medidas de coação, “não viriam a revelar-se suficientes para demover o arguido de prosseguir com a atividade delituosa”, agora em estreita articulação “com duas mulheres, os quais a partir de uma moradia situada na freguesia da Conceição, eram sistematicamente contactados por vários consumidores deste tipo de substâncias”.


Desta forma, e como refere a PSP, no passado dia 29 de maio, “foi montada uma nova operação policial, no âmbito da qual foi cumprido um mandado de busca que visou o espaço utilizado para a prática do crime pelos dois arguidos mais velhos, os quais mantêm uma relação conjugal, tendo sido possível localizar e apreender cerca de 20 doses de droga sintética, um bastão extensível, entre outros objetos que implicam fortemente os arguidos no crime sob investigação”.


Ainda no decurso das diligências policiais, a “arguida, de 21 anos, compareceu, posteriormente, na Esquadra da Ribeira Grande, com o propósito de se inteirar da situação processual dos detidos. Neste seguimento, por pender sobre si um mandado de revista, esta foi imediatamente sujeita a uma revista pessoal, tendo sido localizado e apreendido na sua posse várias doses de droga sintética, o que garantiu desde logo a sua detenção, em flagrante delito”.


Após terem sido presentes a interrogatório judicial no Tribunal de Ponta Delgada, os três arguidos vão aguardar o desenrolar do processo sujeitos “cumulativamente às medidas de coação de proibição de contactos com toxicodependentes e obrigação de se sujeitarem a um tratamento à toxicodependência”.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados