Europeias

PSD com campanha oficial entre Lisboa e Norte e com presença crescente de Rio

PSD com campanha oficial entre Lisboa e Norte e com presença crescente de Rio

 

Lusa/Ao online   Nacional   11 de Mai de 2019, 11:52

A campanha do PSD para as europeias irá centrar-se, no período oficial, nas zonas de Lisboa, Centro e Norte, com o cabeça de lista Paulo Rangel a contar, na última semana, com a presença diária do presidente do partido.

Fonte da campanha de Paulo Rangel disse à Lusa que o eurodeputado já foi, na pré-campanha, a todos os distritos do país, bem como às Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.

No período de campanha oficial, que começa na segunda-feira, a volta do PSD não descerá abaixo de Lisboa, distrito no qual os sociais-democratas estarão três vezes até ao dia 24 de maio.

No domingo, o cabeça de lista do PSD andará pelo distrito do Porto e terá a companhia do líder do partido, Rui Rio, num jantar previsto para Penafiel.

De acordo com fonte oficial do PSD, a participação de Rui Rio será em crescendo ao longo da campanha, prevendo-se que, na última semana, marque presença diária em iniciativas que podem ir de arruadas a comícios.

Aveiro foi o distrito escolhido para arrancar, na segunda-feira, a campanha oficial de Paulo Rangel, cuja primeira iniciativa será uma visita à Feira de Espinho.

Os sociais-democratas ainda voltarão a Aveiro, com um comício previsto para dia 21, passando também duas vezes na campanha pelos distritos de Coimbra e Viseu.

Para Lisboa, estão marcadas ações de campanha nos dias 15 – com destaque para uma iniciativa à noite da JSD, com a presença de Rui Rio – 20 e 23, véspera do encerramento da campanha, uma noite tradicionalmente forte.

O Porto, além das iniciativas previstas para domingo, foi o distrito escolhido para encerrar a campanha, num dia que incluirá a tradicional descida da Rua de Santa Catarina.

No período de campanha oficial, Rangel passará também pelos distritos da Guarda, de Braga, de Viana do Castelo e de Leiria.

A agenda de campanha de Rangel nunca inclui menos de quatro ou cinco iniciativas diárias, só abrandando em dias de debates televisivos, e incluirá contactos com a população, visitas a empresas e instituições, bem como os tradicionais almoços/jantares com militantes e alguns comícios.

A campanha terá ações específicas viradas para temáticas como a economia azul – um encontro com surfistas, em Ovar (Aveiro) - pescas, agricultura, incêndios – destaque para uma visita de helicóptero sobre as zonas ardidas na zona Centro em outubro de 2017 – ou transportes e infraestruturas, estando previstas visitas ao IP3 e, na Área Metropolitana de Lisboa, viagens de comboio na CP e no Metropolitano de Lisboa.

A JSD vai ter uma participação forte na campanha, e a sua candidata, a ‘número dois’ da lista, Lídia Pereira, também marcará presença com frequência ao lado de Paulo Rangel, sobretudo em ações dirigidas à juventude.

Os restantes candidatos da lista do PSD deverão estar presentes nas iniciativas em que a ‘volta’ passar pelos seus distritos.

A última semana, depois do debate televisivo final em 20 de maio na RTP, deverá concentrar os maiores jantares e comícios da campanha do PSD, com iniciativas em Aveiro, Coimbra, Lisboa e Porto.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.