PSD/Açores com proposta para reforçar apoio aos três polos da universidade da região

PSD/Açores com proposta para reforçar apoio aos três polos da universidade da região

 

Lusa/AO Online   Regional   7 de Nov de 2018, 14:52

O líder do PSD/Açores anunciou esta terça-feira que o partido vai apresentar uma proposta de alteração ao Orçamento da Região para 2019, com vista ao reforço da verba para apoiar os custos resultantes da tripolaridade da universidade açoriana.

“Esta será uma das propostas que iremos apresentar. E essa tripolaridade da Universidade dos Açores [dividida por três polos em São Miguel, Terceira e Faial], na opinião do PSD/Açores, deve ser assegurada pelo Governo Regional”, sustentou o presidente do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, em declarações aos jornalistas.

Alexandre Gaudêncio falava na Horta, ilha do Faial, após uma visita ao Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP) da Universidade dos Açores, acrescentando que “só faz sentido manter a tripolaridade se o Governo Regional assumir o compromisso financeiro”.

E prosseguiu: “O que consta é que relativamente à anteproposta do Plano e já também da proposta de Orçamento para 2019 relativamente à tripolaridade está destinado um valor de 350 mil euros, o que é manifestamente insuficiente. Aliás, há uma recomendação do próprio reitor da Universidade dos Açores a referir que, segundo um estudo, são necessários 800 mil euros para complementar esta tripolaridade”.

Assim, o líder social-democrata disse que o partido defende “o reforço desta verba da tripolaridade”.

Sobre a visita realizada ao DOP, o líder do PSD/Açores, que é também o presidente da autarquia da Ribeira Grande, em São Miguel, explicou que tem a ver com "a preocupação do partido de auscultar a população e as instituições relativamente à anteproposta do Governo Regional" do PS.

“Esta é a visão do PSD/Açores de auscultação, em primeiro lugar, das instituições para depois propor alternativas ao Orçamento da região para 2019”, sublinhou, destacando ainda a investigação científica realizada pelo DOP, que disse ser "bastante significativa e com impacto muito positivo na atividade do mar e estudos oceânicos".

As propostas de Plano e Orçamento para 2019 serão discutidas e votadas em plenário, onde o PS tem maioria absoluta, no final de novembro.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.