Açoriano Oriental
PS acusa Governo dos Açores de não dar resposta aos empresários

O líder do PS/Açores, Vasco Cordeiro, criticou o Governo Regional por não dar resposta aos problemas dos empresários da região, em matéria de incentivos, de aumento de custos e de falta de mão-de-obra. 

PS acusa Governo dos Açores de não dar resposta aos empresários

Autor: Lusa/AO Online

“O Governo está distraído! Não está a perceber a urgência destas matérias.”, apontou o líder parlamentar socialista, em declarações aos jornalistas, no final de uma reunião com a Direção da Câmara do Comércio e Indústria da Horta, realizada na ilha do Faial.

Vasco Cordeiro referia-se a três problemas que estão a gerar dificuldades ao setor privado na região (ausência de incentivos à iniciativa privada, aumento dos custos dos combustíveis e falta de mão-de-obra) e que justificam uma intervenção “urgente” por parte do executivo de coligação (PSD/CDS-PP/PPM).

“O Governo Regional devia ter mantido em vigor o sistema de incentivos que existiu até 31 de dezembro de 2021 e devia permitir que os empresários, ao longo deste ano, tivessem a possibilidade de candidatar investimentos privados a esse sistema de incentivos”, explicou o deputado socialista, que lamenta a demora na criação de um novo sistema de incentivos para os empresários da região.

Vasco Cordeiro defende também que, perante o aumento substancial dos custos das matérias-primas em todo o mundo, o executivo açoriano devia atualizar os custos elegíveis dos projetos de investimento e diminuir as taxas sobre os produtos petrolíferos, para beneficiar as famílias e as empresas.

“Aquilo que o PS defende e faria, se fosse Governo, era permitir que as empresas pagassem menos, em termos de combustíveis, mesmo que, para isso, o Governo tivesse de receber menos”, insistiu o líder parlamentar socialista, recordando que, só até maio deste ano, o Governo dos Açores já arrecadou cerca de 23 milhões de euros de receitas de impostos sobre os combustíveis.

Quanto ao problema da falta de mão-de-obra no setor privado, os socialistas defendem a criação de incentivos à formação, o reforço de apoios sociais e a eventual opção por mão-de-obra exterior.

 


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados