Açoriano Oriental
Protesto em Paris contra revisão do sistema de pensões impede abertura do Museu do Louvre

Um grupo de manifestantes impediu a abertura do Museu do Louvre, em Paris, bloqueando as entradas, em protesto contra revisão do sistema de pensões que o Governo de Emmanuel Macron quer fazer.

article.title

Foto: EPA/CHRISTOPHE PETIT TESSON
Autor: Lusa/AO Online

Mais de 100 manifestantes bloquearam a entrada da Pirâmide do Louvre, empunhando bandeiras e gritando palavras de ordem: "iremos até à retirada!".

Os manifestantes pediram ainda aos turistas reunidos em frente às barreiras de segurança que se juntassem ao movimento: "turistas connosco!".

No entanto, estes expressaram indignação e incompreensão, alguns lançando insultos contra os grevistas.

O Museu do Louvre indicou que os portadores de bilhetes serão reembolsados prometendo a reabertura logo que o bloqueio termine.

Este é apenas um das dezenas de protestos que França tem vivido em oposição a intenção do executivo de uniformizar os 42 sistemas de pensões diferentes que existem em França e aplicar um sistema de cálculo (por pontos).

Outra das intenções do executivo, era o aumento da idade de reforma dos 62 para os 64 anos.

Milhares de pessoas voltaram na quinta-feira a protestar contra a revisão do sistema proposta pelo Governo, com os sindicatos a reiterarem a “determinação” para prosseguir com o movimento de contestação.

Pela sexta vez desde 05 de dezembro, os sindicatos franceses apelaram a “uma jornada de mobilização interprofissional em massa, de paralisações e de manifestações”.

As manifestações decorreram em várias cidades do país, como foi o caso de Marselha, Toulouse, Saint-Nazaire e Paris, segundo relatou a agência France-Presse (AFP).


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.