Proteção civil cancelou participação em ação de autoproteção em caso de sismo

Proteção civil cancelou participação em ação de autoproteção em caso de sismo

 

Lusa/AO Online   Nacional   21 de Nov de 2011, 06:08

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) cancelou a participação numa ação de divulgação de medidas de prevenção e autoproteção em caso de sismo, devido à greve geral convocada para quinta-feira, segundo o organismo.

A iniciativa, marcada desde julho, visava convidar os cidadãos a “treinar gestos que poderão garantir a segurança num evento natural, com impactos potenciais grandes, como o caso de ocorrência de um sismo” de acordo com a ANPC.

O treino consistia em “três gestos considerados fundamentais”, em que primeiro o cidadão deve baixar-se sobre os joelhos, proteger o corpo e aguardar, especificou a ANPC.

A ANPC decidiu “desvincular-se daquela iniciativa, comunicando esta decisão aos seus parceiros de projeto, ainda no mês de outubro”, em virtude da greve geral marcada para quinta-feira.

A Autoridade esclarece que “não apoia nem está associada a qualquer iniciativa de sensibilização prevista para o dia 24” deste mês.

O primeiro simulacro nacional de preparação para sismos será organizado às 11:15 de quinta-feira, anunciou no dia 12 de outubro a Associação Nacional de Voluntariado de Proteção Civil (REDE).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.