Propusemos comprar lugares para mostrar à Delta que o risco estará minimizado

Propusemos comprar lugares para mostrar à Delta que o risco estará minimizado

 

Paula Gouveia   Regional   30 de Set de 2019, 09:26

Luís Nunes, CEO da Azores Getaways, marca do operador Inovtravel, que representa a Delta Vacations nos Açores, garante que este verão a Delta Air Lines manteve a ocupação dos lugares apesar do aumento em 40% da oferta e que o nível de satisfação dos clientes é superior a 90%

Em que prazo considera previsível que a Delta tenha uma decisão tomada em relação à operação dos Açores, uma vez que estas operações são organizadas com alguma antecedência?
Julgo que ainda há aqui uma margem de manobra. O habitual é haver um planeamento com um mínimo de 360 dias, mas nós sabemos que, em muitos casos, as coisas não são assim. Do que conheço do mercado, penso que até ao final do ano é tempo mais do que suficiente para haver uma decisão. Haverá mais que tempo para se venderem lugares. Até porque em janeiro é o mês em que as pessoas começam a reservar as suas férias para o verão seguinte.



Pode ler na íntegra a entrevista na edição de segunda-feira, 30 setembro 2019, do jornal Açoriano Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.