Projeto promove segurança nas praias não vigiadas

Projeto promove segurança nas praias não vigiadas

 

Ana Carvalho Melo   Regional   2 de Set de 2019, 09:57

Quando se vai à praia, mesmo que não seja vigiada, há um conjunto de profissionais que zela pela segurança dos seus utilizadores. São militares da Marinha e integram o projeto “SeaWatch”, sendo facilmente reconhecidos por se deslocarem numa carrinha todo o terreno de cor laranja.

Iniciado em 2011, o projeto “SeaWatch” assegura a vigilância motorizada nas zonas balneares onde não existem nadadores-salvadores, prevenindo a ocorrência de acidentes por afogamento.  “O Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) promove este projeto em parceria com algumas entidades privadas no sentido de fomentar a segurança balnear nas zonas não assistidas. O projeto tem ainda outras valências como a promoção de uma cultura de segurança balnear e, em paralelo, apoiar os nadadores-salvadores”, descreveu o Capitão do Porto de Ponta Delgada, comandante Vieira Branco.


Pode ler a reportagem completa na edição desta segunda-feira, 2 setembro 2019, do jornal Açorino Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.