Preços da eletricidade aumentam 2,8% para clientes domésticos

Preços da eletricidade aumentam 2,8% para clientes domésticos

 

Lusa/AO online   Regional   15 de Out de 2012, 17:19

O regulador de energia vai propor um aumento de 2,8% para todo o ano de 2013 para os consumidores domésticos nos Açores.

Os Açores, região que não é abrangida pelo processo de liberalização e que continua com tarifas reguladas por ser consideradas regiãoultraperiférica no espaço europeu, a proposta do regulador é de um aumento de 2,8% mas para todo o ano de 2013.

 

O aumento de 2,8% proposto ao Conselho Tarifário, que dará a sua decisão final a 15 de dezembro, permite concluir, segundo a ERSE que "a expressão, nos orçamentos familiares, do aumento subjacente à proposta de tarifas de venda a clientes finais para 2013 é de 1,24 Euros, para uma fatura média mensal de 47 euros", abrangendo a maioria das famílias portuguesas, cerca de 5,6 milhões de consumidores.

 

Segundo a ERSE, os principais fatores que provocaram um aumento das tarifas para 2013 estão relacionados com o agravamento do custo de produção da energia elétrica, sendo que já estão "parcialmente incorporados" os custos anuais de interesse económico geral (CIEG), os chamados custos políticos.

O regulador refere que os custos de produção através das barragens, centrais térmicas, eólicas e cogeração agravaram-se, particularmente aqueles que se referem à produção em regime especial (eólicas e cogeração).

"Este tipo de produção tem vindo a impor a subida de preço de energia elétrica devido (...), em termos médios, o custo de produção da PRE ser superior ao das tecnologias convencionais".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.