PP desafia governo a esclarecer carga fiscal para 2008


 

Lusa/AOonline   Nacional   23 de Set de 2007, 16:41

O CDS-PP desafiou hoje o ministro das Finanças a dizer, "desde já", se o Governo não vai "aumentar a carga fiscal" nem o imposto sobre os produtos petrolíferos no Orçamento de Estado de 2008.

"Já que o Governo optou por ir anunciado o Orçamento de Estado do próximo ano às pinguinhas, então que responda a este desafio sobre os impostos, que é o que interessa realmente às pessoas", afirmou à Agência Lusa o líder parlamentar democrata-cristão, Diogo Feio.

Na semana passada, numa entrevista à RTP-1 e num encontro do PS em Viseu, o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, definiu como objectivo do orçamento chegar a um défice de 2,4 por cento, o que representaria o valor mais baixo desde 1974.

Para que este objectivo seja alcançado, o ministro apontou como fundamental a consolidação orçamental, o rigor e a contenção da despesa e a aplicação do crescimento da receita na redução do défice.

O líder parlamentar do CDS-PP desafiou o Governo e o ministro Teixeira dos Santos a dizerem se podem, "desde já", assumir o compromisso de "não aumentar a carga fiscal" e também o imposto sobre os produtos petrolíferos, que é pago directamente pelos cidadãos nos combustíveis e nos preços dos transportes públicos.

O deputado democrata-cristão criticou ainda o executivo socialista de José Sócrates, afirmando que, mais do que o Estado, "têm sido os portugueses a combater o défice".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.