Português em prisão preventiva por esfaquear homem em Ourense


 

Lusa / AO online   Nacional   18 de Out de 2007, 17:03

O tribunal de Ourense, na Galiza, aplicou hoje prisão preventiva a um português de 69 anos por alegada tentativa de homicídio, quando esfaqueou um homem de 33 anos, naquela cidade.
Fonte policial disse à Lusa que o português, natural de Terras de Bouro mas residente há mais de 30 anos em Ourense, foi detido na madrugada de terça-feira, junto às termas de A Chavasqueira.

    Na altura da detenção, o português tinha em seu poder duas navalhas e um cutelo e terá sido com um destes instrumentos que agrediu a vítima, que apresentava golpes na cabeça, num braço, no pescoço, no peito e nas costas.

    Agressor e agredido já seriam "velhos conhecidos" e no dia dos factos ter-se-ão envolvido numa acesa discussão, por motivos ainda desconhecidos.

    O português, que terá tentado agredir ainda testemunhas dos factos que o tentaram deter, já tinha sido anteriormente detido 14 vezes pela polícia, em algumas delas por razões semelhantes à que levaram hoje o tribunal a aplicar-lhe prisão preventiva.

    Vai aguardar julgamento no estabelecimento prisional de Pereiro de Aguiar, naquela região da Galiza.

    A vítima continua internada no hospital, mas a sua situação clínica está a evoluir favoravelmente, não correndo perigo de vida.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.