Mundial 2010 - Qualificação

Portugal "punido injustamente", defende Queiroz

Portugal "punido injustamente", defende Queiroz

 

Lusa/AO online   Futebol   10 de Set de 2008, 22:26

A selecção portuguesa de futebol foi punida "injustamente", defendeu hoje Carlos Queiroz, no final da surpreendente derrota com a Dinamarca por 3-2, em Alvalade, no segundo jogo de qualificação para o Mundial da África do Sul
A vencer por 1-0 até aos 83 minutos, graças a um golo de Nani aos 41, Portugal acabou por perder 3-2, com um tento fatal, já no período de compensação.
O seleccionador português Carlos Queiroz, que até tinha iniciado a fase de qualificação com uma goleada em Malta (4-0), afirmou que "perder em casa é sempre mau, sobretudo desta maneira", já que a equipa das "quinas" desperdiçou um conjunto de oportunidades para reforçar a vantagem conseguida através do golo de Nani.
"Tivemos o jogo na mão, mas não finalizámos quando tivemos oportunidades. Quem não marca é punido injustamente", disse.
Carlos Queiroz explicou que a equipa portuguesa tentou sempre pressionar a defensiva adversária, de forma a impedir o "chuveirinho" final, considerando que a "sorte" esteve do lado da formação nórdica.
"Como não marcámos quando tivemos oportunidades, a Dinamarca motivou-se e ficou mais confiante. Eles acabaram por ser os mais felizes no jogo de hoje e, agora, resta-nos lá ir buscar estes três pontos".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.