Portugal mais longe do objectivo da Estratégia de Lisboa


 

Lusa / AO online   Economia   23 de Nov de 2009, 17:53

Portugal encontrava-se, em 2008, apenas a dois pontos percentuais do objectivo, traçado na Estratégia de Lisboa, de 70 por cento da taxa de emprego até 2010, revela um relatório divulgado esta segunda-feira em Bruxelas, já "ultrapassado" pelos mais recentes números.
O relatório anual sobre o "Emprego na Europa", hoje publicado pelo Executivo comunitário, revela que no ano passado oito Estados-membros registavam uma taxa de emprego superior ao objectivo de 70 por cento e quatro outros estavam muito próximos, entre os quais Portugal, com 68,2 por cento.

No entanto, o impacto da crise nos mercados de trabalho intensificou-se significativamente em 2009, em toda a Europa, e de acordo com os dados mais actualizados - divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) na semana passada -, a taxa de emprego em Portugal recuou no terceiro trimestre deste ano para os 55,6 por cento, ou seja, a 14,4 por cento dos objectivos da Estratégia de Lisboa para 2010.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.