Portugal a um ponto da qualificação para o Euro 2008

Portugal a um ponto da qualificação para o Euro 2008

 

Lusa / AO online   Futebol   19 de Nov de 2007, 11:29

A selecção portuguesa de futebol precisa apenas de empatar quarta-feira com a Finlândia, no Porto, para garantir um lugar no Euro2008 e livrar-se, com os “mínimos”, de uma fase de qualificação que não deixa saudades.
Num grupo A para o qual partiu como claro favorito, na condição de vice-campeão Europeu em título e quarto no último Mundial, Portugal não confirmou o estatuto e chega à última ronda obrigado a pontuar para se juntar à já qualificada Polónia.
A formação das “quinas” até pode acabar por vencer o agrupamento, mas, mesmo que se despeça em beleza, não apagará a pálida e pouco convincente imagem deixada ao longo da fase de apuramento, não fará, em conclusão, mais do que salvar o essencial, a qualificação.
Dos 13 encontros já efectuados, pouco mais há a realçar, em termos colectivos, do que os dois triunfos (4-0 em casa e 2-1 fora) face a uma Bélgica a “milhas” da qualidade de outros tempos e, individualmente, as exibições de Cristiano Ronaldo.
Com o fim da “geração de ouro”, o jovem jogador do Manchester United, de apenas 22 anos, assumiu-se como o líder da equipa, até na concretização (oito tentos), e é o grande responsável por, apesar de tudo, Portugal só depender de si para chegar à fase final.
Portugal pode congratular-se ainda pelo facto de só ter sofrido uma derrota (1-2 em Chorzow), mas a actual posição de privilégio tem, no entanto, mais a ver com o facto de ter vencido sete dos oito encontros contra os quatro últimos colocados do grupo.
Frente aos conjuntos que lutaram pelo apuramento, a formação lusa não somou qualquer vitória, limitando-se a sobreviver em Helsínquia (1-1) e Belgrado (1-1) e a empatar igualmente, e no espaço de quatro dias, nas recepções a Polónia (2-2) e Sérvia (1-1).
Apesar de tudo, a formação das “quinas” ainda pode acabar, com um triunfo sobre a Finlândia, que seria o quarto consecutivo, com nota positiva na aritmética de Scolari, que pediu de início vitórias em casa e empates fora, para um total de 28 pontos.
Mas, neste momento, e depois de um percurso que deixou muito a desejar, já só se pede mesmo a qualificação, que passa apenas por um empate face aos nórdicos, obrigados a ganhar e a esperar que a Sérvia não vença os últimos dois jogos para se qualificarem.
Tudo está, assim, a favor da selecção das “quinas”, que actua perante o seu público e já não perde um jogo em casa na fase de qualificação há quase uma década (0-1 com a Roménia, a 10 de Outubro de 1998, no extinto Estádio das Antas, no Porto).
Ainda assim, o risco existe, até porque a Finlândia já sabe o que é ganhar em solo portuense: a 27 de Março de 2002, Portugal, sem Figo e Rui Costa, foi humilhado no Bessa (1-4), num particular em que perdeu Simão (lesão grave no joelho esquerdo) para o Mundial de 2002.
Mas, desta vez, o jogo é a sério e a formação lusa sabe que precisa apenas de pontuar, o que compensa o facto de não estar muito moralizada, face à fraca exibição frente à Arménia (1-0 sábado, em Leiria), e longe da máxima força.
No jogo que marcará o regresso ao banco do seleccionador luso, o brasileiro Luiz Felipe Scolari, após três jogos de castigo, Portugal está desfalcado de Miguel, Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Petit e Deco, cinco jogadores do “onze” base da fase de qualificação.
Além deste quinteto, o técnico “canarinho” tem igualmente Hugo Almeida, autor do golo de vitória em Leiria (1-0), em dúvida, sendo provável que aposte na experiência de Nuno Gomes, suplente não utilizado face aos arménios.
Esta poderá ser a única alteração na equipa titular, se bem que a opção por Simão, como substituto de Deco, não tenha resultado, algo, no entanto, que se explica mais pela falência do colectivo, do que pelo mau desempenho do jogador do Atlético de Madrid.
Sem grandes soluções, já que também não tem o lesionado Petit e, por opção, prescindiu de Tiago e João Moutinho, Scolari deverá manter Simão no meio, solução mais provável do que optar por Nani (passaria Ronaldo para o meio), Manuel Fernandes ou Raul Meireles.
O encontro entre as selecções principais de futebol de Portugal e da Finlândia, da última jornada do grupo A de apuramento para o Europeu de 2008, realiza-se quarta-feira, a partir das 18:45, no Estádio do Dragão, no Porto.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.