Ponta Delgada acolhe Colóquio da Lusofonia em 2020

Ponta Delgada acolhe Colóquio da Lusofonia em 2020

 

Ao online   Regional   30 de Set de 2018, 19:24

A cidade de Ponta Delgada vai acolher o 34.º Colóquio Internacional da Lusofonia entre 1 a 5 de outubro de 2020 sob tema  "Educação: uma ciência transversal que todos os governos deviam privilegiar".

A iniciativa da AICL - Associação Internacional Colóquios da Lusofonia, que conta com o determinante envolvimento da Câmara Municipal de Ponta Delgada, “resulta da importância que ambas as entidades atribuem à promoção das expressões culturais, científicas e educacionais lusófonas”.

Na assinatura do memorando de entendimento entre a Câmara Municipal e a AICL, na passada sexta feira à tarde nos Paços do Concelho, José Manuel Bolieiro reconheceu o interesse do acolhimento local do colóquio, assegurando a inerente colaboração institucional de caráter logístico e um apoio financeiro no montante de três mil euros.

O colóquio terá como tema genérico "Educação: uma ciência transversal que todos os governos deviam privilegiar", prevendo-se a participação dos académicos portugueses Alexandre Quintanilha, António Dias de Figueiredo e José António Salcedo, como convidados de honra.

Onésimo Teotónio Almeida é o autor açoriano homenageado e o autor não açoriano convidado de honra Richard Zingler.

O encontro envolverá, ainda, mais de meia centena de participantes locais, regionais, nacionais e internacionais.

A AICL - Associação Internacional Colóquios da Lusofonia, presidida por José Chrys Chrystello, é, recorde-se, entidade de utilidade pública por Despacho nº2683/2015, de 9 de dezembro, do Presidente do Governo Regional dos Açores.

Do seu currículo consta a organização de mais de 30 colóquios internacionais dedicados a temáticas lusófonas, designadamente, no Porto, Bragança, Ribeira Grande, Lagoa, Florianópolis – Brasil, Vila do Porto, Macau, Ourense - Galiza, Maia, Seia, Porto Formoso, Fundão, Santa Cruz da Graciosa, Montalegre, Vila do Porto, Belmonte e, este ano, Madalena do Pico.

A Madalena do Pico recebe pela primeira vez os Colóquios da Lusofonia, entre 4 e 7 de outubro. Carlos Filipe Ximenes Belo volta à ilha montanha para, com José Andrade, apresentar o 2.º volume de Missionários Açorianos em Timor, com biografias de 20 missionários açorianos em Timor. Joel Neto, um dos convidados de honra, apresenta o seu último livro “Meridiano 28”, com a presença inédita de mais de 25 autores açorianos.

A AICL homenageia em 2018 a maestrina e pianista Ana Paula Andrade que dará dois recitais, sendo um deles com obras do padre picaroto Áureo da Costa Nunes de Castro.

Além dos recitais com Ana Paula Andrade e a soprano Helena Castro Ferreira, há intervenções a solo de Manuel da Costa, de Bruno Rosa e do Grupo da Casa de Música da Candelária.

No roteiro cultural que abrange a Rota do Vinho, a arte e cultura alternativas estarão representadas pela MiratecArts e Terry Costa.

Dos temas em debate destacam-se as apresentações sobre Urbano Bettencourt, Martins Garcia, Manuel Ferreira Duarte, Padre Áureo da Costa Nunes de Castro e Dom José da Costa Nunes, para além da homenagem a Dom Jaime Garcia Goulart e a outros missionários picarotos.

Os 50 participantes inscritos representam os Açores, Portugal, Brasil, EUA, Galiza, Alemanha, Austrália, Bélgica, Canadá e Timor- Leste. Os temas permanentes de debate são “Lusofonia e a Língua Portuguesa”, a “Açorianidade” e a “Tradução da Língua e Literatura Lusófona”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.