Açoriano Oriental
Polícias junto ao parlamento alvo de chuva de pedras
Os elementos da PSP estão a ser alvo de arremesso de várias pedras arrancadas da calçada junto à escadaria da Assembleia da República por dezenas de manifestantes de cara tapada.
article.title

Foto: JOSE SENA GOULAO/LUSA
Autor: Lusa/AO online

Algumas das pedras já partiram quatro escudos do cordão policial formado após o derrube das barreiras metálicas de proteção.

A PSP já reforçou o cordão policial com mais elementos do corpo de intervenção.

Num dos momentos de tensão que se tem vivido junto ao parlamento, um dos manifestantes conseguiu tirar um escudos ao elemento do corpo de intervenção devolvendo-o de seguida pintado com a palavra “povo”.

O polícia começou a subir a escadaria com o escudo de proteção e nesse momento os manifestantes gritaram “o povo unido jamais será vencido”.

Os distúrbios junto ao parlamento começaram cerca das 17 horas quando foram derrubadas as barreiras metálicas de proteção, pouco tempo depois do fim do discurso do Secretário-Geral da CGTP, Arménio Carlos.

Depois de derrubadas as barreiras os manifestantes conseguriam subir sete ou oito degraus da escadaria, mas a PSP reforçou de imediato o policiamento com elementos do corpo de Intervenção e do grupo cinotécnico (agente e cão), formando duas barreiras de proteção.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.