Petição pede proibição do uso de foguetes nos Açores

Petição pede proibição do uso de foguetes nos Açores

 

Paula Gouveia   Regional   17 de Jul de 2019, 09:33

Foi criada uma petição pela “Proibição do uso de foguetes sonoros nos Açores” que pede à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores que “legisle no sentido de proibir o uso destes foguetes de todo, ou no mínimo restringir o seu uso a horário e dias de expediente”.

Os signatários lembram que é frequente o uso desses foguetes a horas impróprias e que deve ser garantido o direito ao descanso. E consideram que não há “vantagem nenhuma no uso dos foguetes como meio de comunicação, podendo estes até serem considerado bárbaros”.


A petição, que reuniu até agora 323 assinaturas, argumenta que, nas festas do Espírito Santo, nos Açores, “verifica-se o uso repetitivo de foguetes sonoros independentemente da hora” e não tendo em conta, por outro lado, que “estas festas se realizam em malhas urbanas, necessariamente com a presença de crianças de berço, idosos e trabalhadores por turnos que necessitam e têm direito ao seu descanso”.


A petição lembra ainda “o número de acidentes que todos os anos invariavelmente ocorrem” devido a foguetes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.