Parlamento

Paulo Portas alerta para "aumento encapotado de impostos"


 

Lusa / AO online   Economia   11 de Nov de 2009, 14:49

O líder do CDS-PP insistiu esta quarta-feira no adiamento da entrada em vigor do novo Código Contributivo, que disse representar um “aumento de impostos encapotado” e propôs a revisão do documento durante o próximo ano.
O novo Código Contributivo “é um aumento de impostos encapotado e vai entrar em vigor dentro de 45 dias se nada for feito”, criticou o líder do CDS-PP, adiantando que proporá no Parlamento o adiamento das novas regras se o Governo não recuar nesta matéria.

“É uma questão que não é de esquerda nem de direita, é de elementar bom senso”, defendeu.

Paulo Portas lembrou que pediu ao primeiro-ministro que “ouvisse a concertação social” sobre a matéria e adiasse a entrada em vigor do código contributivo, prevista para 01 de Janeiro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.