Eleições legislativas

Paulo Moniz defende reforço orçamental de 10 milhões para a academia açoriana

Paulo Moniz defende reforço orçamental de 10 milhões para a academia açoriana

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   1 de Ago de 2019, 16:03

O cabeça de lista do PSD/Açores às eleições legislativas nacionais defendeu "um reforço orçamental da República para a Universidade dos Açores (UAc), cujo apoio se deve cifrar em cerca de 10 milhões de euros, já no próximo ano, de forma a suportar os grandes desafios que se aproximam".

Paulo Moniz falava após uma reunião com o reitor da academia açoriana, onde afirmou que a UAc tem tido um tratamento, por parte da República, "não condizente com as suas necessidades e a sua importância, e isso foi enfatizado pelo senhor reitor. Faltam 10 milhões de euros por ano de transferências para apoio à universidade", disse citado em nota.



Considerando que a UAc "é um pilar estratégico da nossa autonomia, e que marca o desenvolvimento económico da Região", o candidato garantiu que os deputados do PSD/Açores terão, na Assembleia da República, "uma particular atenção à consagração daquelas verbas, absolutamente essenciais ao normal funcionamento da universidade", referiu.


Paulo Moniz salientou que "a nossa função será de vigilância permanente e reivindicação, para garantir que tais valores, para além de serem inscritos no próximo orçamento de Estado, sejam efetivamente transpostos para o orçamento dos Açores".



Para o social democrata, a academia açoriana "deve ser um ponto focal de todas as estratégias na área da ciência, da inovação, do aeroespacial, e para isso tem de estar financeiramente capacitada".


Na ocasião, o líder do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, mostrou-se "muito confiante no resultado que poderão alcançar os nossos candidatos à Assembleia da República, depois de terem sido aprovados em Conselho Nacional, e esse resultado é naturalmente uma vitória nos Açores".



Para Alexandre Gaudêncio, o PSD/Açores está, "convictamente, a trabalhar, para ter as melhores propostas, nas quais os açorianos se revejam, podendo assim dar-nos uma merecida vitória nas eleições que se avizinham", concluiu na mesma nota.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.