Liga Portuguesa

Paulo Duarte sai da União de Leiria


 

Lusa/AO   Futebol   5 de Nov de 2007, 16:29

Paulo Duarte, que abandonou o comando técnico da União de Leiria, protagonizou a quinta "chicotada psicológica" da temporada 2007/2008.

Paulo Duarte, que abandonou o comando técnico da União de Leiria, protagonizou a quinta "chicotada psicológica" da temporada 2007/2008 da Liga portuguesa de futebol, quando se cumpriram apenas nove jornadas do campeonato.
A derrota de domingo na recepção ao Nacional, por 1-3, "reforçou" o último lugar na tabela classificativa dos leirienses, que somaram o sexto desaire na prova e ainda não venceram qualquer jogo (apenas três empates).
Paulo Duarte tinha sido promovido a técnico principal da União de Leiria a época passada, quando substituiu, a meio da temporada, Domingos Paciência, de quem era adjunto. A mexida deu alguns resultados desportivos, já que a União de Leiria terminou o último campeonato no sétimo lugar, garantindo o acesso à Taça UEFA por intermédio da Taça Intertoto, embora já tenha sido eliminada da prova europeia pelos alemães do Bayer Leverkusen.
A saída de Paulo Duarte ocorreu apenas seis dias depois da anterior "chicotada", sofrida por Jorge Costa, demitindo do comando técnico do Sporting de Braga após o empate 1-1 na visita à Naval 1º de Maio, na oitava jornada.
Enquanto na equipa bracarense o cargo foi entregue interinamente a António Caldas, "resgatado" à equipa dos juniores, não se conhece ainda o sucessor de Paulo Duarte, nem sequer o nome do responsável que tomará provisoriamente conta da equipa até à escolha do futuro treinador. 
A 16 de Setembro, Francisco Chaló protagonizou a terceira "chicotada psicológica", ao deixar, à quarta jornada, o comando técnico da Naval 1º de Maio.
Chaló, que esta época se estreava na Liga principal, não resistiu à derrota da véspera na Luz com o Benfica (3-0), acabando por ser substituído por Ulisses Morais.
A primeira "chicotada" da época aconteceu logo após a primeira jornada, quando Fernando Santos foi substituído pelo espanhol José António Camacho no Benfica, e a segunda ocorreu em 12 de Setembro, após a terceira ronda, quando Manuel Machado cedeu o lugar a Domingos Paciência na Académica.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.