Açoriano Oriental
OE2023
Pagamentos em atraso aumentam para 964,6 ME até setembro

Os pagamentos em atraso das entidades públicas fixaram-se em 964,6 milhões de euros até setembro, um agravamento em 54,8 milhões de euros face ao mesmo período de 2022, segundo a síntese de execução orçamental.

Pagamentos em atraso aumentam para 964,6 ME até setembro

Autor: Lusa /AO Online

“No final de setembro, os pagamentos em atraso das entidades públicas ascenderam a 964,6 milhões de euros, o que representa um aumento de 54,8 milhões de euros relativamente ao período homólogo e um aumento de 78,2 milhões de euros face ao mês anterior”, lê-se no documento hoje divulgado pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

A evolução homóloga justifica-se pelo aumento na Administração Regional de 54,6 milhões de euros e nos Hospitais EPE de 19,7 milhões de euros.

Este aumento foi, em parte, contrariado, pela evolução na Administração Central, excluindo a saúde, que apresentou uma descida de 9,9 milhões de euros.

Por sua vez, no que diz respeito à variação mensal o maior contributo é dos Hospitais EPE, com mais 71,4 milhões de euros, e da Administração Regional, com 11,2 milhões de euros.

Na Administração Central, excluindo o subsetor da saúde, verificou-se um decréscimo de 4,2 milhões de euros.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados