Gripe A

OMS nega conflito de interesses na gestão da pandemia


 

Lusa / AO online   Internacional   25 de Jan de 2010, 11:45

 A Organização Mundial de Saúde (OMS) negou , em comunicado, a existência de um conflito de interesses na gestão da pandemia da gripe A (H1N1), garantindo que o organismo não sofreu "uma influência imprópria" por parte das farmacêuticas.
A posição da OMS é divulgada na véspera de uma audição pública sobre o assunto, realizada à margem da assembleia parlamentar do Conselho Europeu, em Estrasburgo.

Nas últimas semanas, a OMS tem recebido fortes críticas de diversos sectores, que alegam que a entidade sanitária mundial exagerou na gestão da pandemia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.